Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/911
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Geologia, petrografia e geoquímica de dois plútons graníticos isotrópicos da região de Canaã dos Carajás (PA) e suas afinidades com as suítes graníticas da Província Carajás
metadata.dc.creator: AFONSO, Jully Mylli Lopes
metadata.dc.contributor.advisor1: OLIVEIRA, Davis Carvalho de
Issue Date: 26-Feb-2016
Citation: AFONSO, Jully Mylli Lopes. Geologia, petrografia e geoquímica de dois plútons graníticos isotrópicos da região de Canaã dos Carajás (PA) e suas afinidades com as suítes graníticas da Província Carajás. Orientador: Davis Carvalho de Oliveira. 2016. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/911. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Os dois plútons graníticos isotrópicos que afloram na porção centro-oeste do município de Canaã de Carajás são intrusivos em granitoides arqueanos e até a realização deste trabalho não haviam sido descritos na literatura. São formados por rochas hololeucocráticas de composição monzogranítica e de textura equigranular hipidiomórfica média. Apresentam aspecto de granitos evoluídos, onde a biotita é o único mineral ferromagnesiano e estão frequentemente associadas à fluorita, além de allanita, zircão, apatita e epidoto. As transformações em estágio subsolidus são marcadas pelas ocorrências de albita, serecita, epidoto e clorita. A presença frequente de intercrescimento granofírico e fluorita apontam para colocação dos corpos em níveis crustais rasos com importante atividade de fluidos durante a fase final de cristalização dos mesmos. Ambos mostram comportamento geoquímico e padrão textural que os distinguem completamente das associações graníticas arqueanas de Carajás, mas que deixam evidente suas afinidades com granitos intraplaca do tipo-A de origem crustal (subtipo A2) e com aqueles de caráter reduzido (Corpo II) a fracamente oxidado (Corpo I), ambos apresentando elevadas razões FeOt/(FeOt+MgO) - ≥ 0,91. A anomalia negativa de Eu e a baixa razão La/Yb, mostrada por estas rochas, é característica de granitos evoluídos e as distinguem daquelas de caráter oxidado que constituem a Suíte Jamon, mas que às aproximam dos granitos reduzidos, em especial daqueles da Suíte Serra dos Carajás. Os valores baixos a moderados de SM encontrados, reforçam o caráter reduzido a fracamente oxidado destas rochas, e assemelham-se aqueles granitos da Suíte Serra dos Carajás. O contraste geoquímico existente entre os plútons estudados e os granitos desta suíte, que apresenta um maior enriquecimento nos teores de FeOt, MgO, CaO, TiO2, Sr, Ba, Nb, e Zr nos primeiros, podem sugerir que a fonte de seu magma e/ou processos de evolução magmática não foram inteiramente coincidentes com aqueles já identificados para as suítes paleoproterozoicas. No entanto, apesar do significativo avanço no conhecimento destes corpos graníticos, ainda há a necessidade de se aprofundar o estudo sobre a natureza deste magmatismo, sobre tudo, a partir da obtenção de dados de química mineral, geocronológicos precisos (U-Pb) e isotópicos (Lu-Hf). Tais metas devem compor os principais objetivos do plano de trabalho para o desenvolvimento da dissertação de mestrado do autor no Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica - UFPA.
Abstract: The isotropic granitic plutons that outcrop in the central-western portion of the Canaã dos Carajás area are intrusive in Archean granitoids and until this work had not been described in the literature. They are formed by hololeucocratic monzogranitic rocks, which has hypidiomorphic and equigranular texture. They presents evolved granites aspect, where biotite is the single ferromagnesian mineral and is often associated with fluorite, and also allanite, zircon, apatite and epidote. The changes in subsolidus stage are defined by the occurrence of albite, sericite, epidote and chlorite. The frequent presence of granophyric intergrowth and fluorite points out to a shallow crustal level emplacement of these bodies within significant fluids activity during the final crystallization stage. They show both geochemical behavior and textural pattern that distinguish them of Archean granitic associations of Carajás, but leave clear its affinities with intraplate granites A-type, with a crustal origin (A2 subtype) and those of reduced character (Intrusion II) to weakly oxidized (Intrusion I), both featuring high FeOt/(FeOt + MgO) - ≥ 0.91 ratios. The amplitude of the negative Eu anomaly shown by these rocks as well as low La/Yb ratio is an evolved granites characteristic that differ from those of oxidized character constituting the Jamon Suite, but approaching them to the reduced granites, particularly those of Serra dos Carajás Suite. The occurrence of magnetite justify the low to moderate SM values, and enforcing the reduced to weakly oxidized character of these rocks, and its analogies with the Serra dos Carajás suite. The existing geochemical contrasts between the studied plutons and the granite of this suite, which on average, is noted a greater FeOt, MgO, CaO, TiO2, Sr, Ba, Nb and Zr enrichment on the firsts, may suggest that the source of its magma and/or magmatic evolution processes were not fully coincide with those already identified for the Paleoproterozoic suites. However, despite significant advances in the knowledge of these granitic bodies, there is still needed to deepen the study of the magmatism nature, especially from obtaining mineral chemistry data, precise geochronological (U-Pb) and isotopic (Lu-Hf) data. Such goals should compose the main objectives of the work plan for the development of the author's dissertation at the Graduate Program in Geology and Geochemistry - UFPA.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::MINERALOGIA
Keywords: Mineralogia
Magnetita
Província Mineral de Carajás - PA
Pará - Estado
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_GeologiaPetrografiaGeoquimica.pdf3,48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.