Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/909
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Avaliação da eficiência de barreiras geoquímicas utilizando HDL no tratamento de drenagem ácida de mina sintética
metadata.dc.creator: FERREIRA, Lívia Beatriz Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: CORRÊA, José Augusto Martins
Issue Date: 5-Apr-2017
Citation: FERREIRA, Lívia Beatriz Oliveira. Avaliação da eficiência de barreiras geoquímicas utilizando HDL no tratamento de drenagem ácida de mina sintética. Orientador: José Augusto Martins Corrêa. 2017. 71 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/909. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A drenagem ácida de mina (DAM) é um dos principais problemas ambientais causados pela atividade mineradora de carvão e minério sulfetado. Sua formação ocorre quando grandes quantidades de rochas e/ou terra contendo sulfetos é exposta à superfície. Essas rochas reagem com a água e ar formando a drenagem ácida, essa reação pode ser acelerada com a presença de bactérias. A partir da geração da DAM, o fluído formado penetra no solo podendo contaminar águas subterrâneas e superficiais, solo e vegetação. Devido a isso várias pesquisas estão desenvolvidas voltadas para o tratamento da DAM, utilizando-se de várias técnicas. Uma dessas técnicas é a neutralização e precipitação, que consistem em elevar o pH da DAM para que ocorra a neutralização e precipitando dos metais pesados. Neste contexto esse trabalho tem como proposta a utilização de calcário e hidrotalcita sintética na neutralização da DAM. Além da adsorção do sulfato pela hidrotalcita. O trabalho consistiu no preparo da DAM sintética e na síntese da hidrotalcita (coprecipitação) para posterior tratamento da DAM. O primeiro experimento realizado teve como objetivo analisar qual razão Calcário/DAM é mais eficiente na neutralização da DAM sintética. O segundo experimento teve como objetivo avaliar a adsorção e neutralização da DAM sintética, esse experimento se deu em duas etapas: na primeira etapa utilizaram-se diferentes volumes de DAM sintética e 0,5 g de hidrotalcita calcinada a 500 ºC por 2 horas e na segunda etapa experimento utilizou diferentes volumes de DAM e 1 g de calcário e 0,5 g de hidrotalcita calcinada a 500 ºC por 2 horas. Os parâmetros utilizados para verificar a eficiência da barreira geoquímica foram pH, Condutividade Elétrica, ICP MS-Quadrupolo, Ferro Total por Espectrofotomtria, Espectrometria de Absorção Atômica e Cromatografia, bem como os precipitados foram analisados por Difração de Raios X e Microscopia Eletrônica de Varredura. Em relação ao experimento de neutralização a razão Calcário/DAM de 1g/100 mL foi a mais eficiente, atingindo níveis de acima do limite mínimo permitido (LMP) na primeira hora de tratamento. Esta razão calcário/DAM também se mostrou eficiente na redução de condutividade elétrica. Os ensaios de adsorção e neutralização com HDL e HDL+ calcário também mostraram influência positivas nos valores de pH e condutividade elétrica. O pH das amostras tratadas atingiram valores acima do limite mínimo permitido (LMP) estabelecido pela resolução 430/2011 do CONAMA para efluentes. Os processos de adsorção e neutralização foram eficientes na remoção dos metais pesados que constituíam a DAM sintética. Para as concentrações de Cu, Cr, Fe, Ni e Zn, houve uma redução de 100%. O Mn não sofreu mudança de concentração. O ânion SO42- foi removido totalmente no experimento com HDL nos volumes 25 e 55 mL e utilizando HDL+ calcário no volume 25 mL. Ressalta-se que no ix experimento de adsorção e neutralização o HDL apresentou melhores resultados no tratamento da DAM do que quando misturado com calcário.
Abstract: Acid mine drainage (DAM) is one of the major environmental problems caused by the mining activity of coal and sulfide ore. Its formation occurs when large amounts of rocks and / or earth containing sulfides are exposed to the surface. These rocks react with water and air forming acid drainage, this reaction can be accelerated with the presence of bacteria. After the generation of DAM, the formed fluid penetrates the soil and can contaminate groundwater and surface water, soil and vegetation. Due to this several researches are developed aimed at the treatment of AMD, using several techniques. One of these is the neutralization and precipitation, which consists in raising the pH of the DAM so that neutralization occurs, thus precipitating the heavy metals. In this context, this work proposes the use of limestone and synthetic hydrotalcite in the neutralization of AMD. Besides adsorption of sulfate by hydrotalcite. The work consisted of the preparation of the synthetic DAM and the synthesis of hydrotalcite (coprecipitation) for subsequent treatment of AMD. The first experiment was carried out to analyze which Limestone / DAM ratio is most efficient in the neutralization of synthetic DAM. The second experiment had the objective of evaluating the adsorption and neutralization of synthetic DAM. This experiment was carried out in two stages: in the first stage different volumes of synthetic DAM and 0.5 g of calcined hydrotalcite were used at 500 ºC for 2 hours and Second stage experiment used different volumes of AMD and 1 g of limestone and 0.5 g of calcined hydrotalcite at 500 ºC for 2 hours. The parameters used to verify the efficiency of the geochemical barrier were pH, Electrical Conductivity, ICP MS-Quadrupole, Total Iron by Spectrophotometry, Atomic Absorption Spectrometry and Chromatography, as well as the precipitates were analyzed by X-ray Diffraction and Scanning Electron Microscopy. In relation to the neutralization experiment, the Limestone / DAM ratio of 1 g / 100 mL was the most efficient, reaching levels above the minimum allowed limit (LMP) in the first hour of treatment. This limestone/DAM ratio was also efficient in the reduction of electrical conductivity. The adsorption and neutralization tests with HDL and HDL + limestone also showed positive influence on pH and electrical conductivity values. The pH of the treated samples reached values above the minimum permitted limit (LMP) established by resolution 430/2011 of CONAMA for effluents. The adsorption and neutralization processes were efficient in the removal of the heavy metals that constituted the synthetic DAM. For the concentrations of Cu, Cr, Fe, Ni and Zn, there was a reduction of 100%. Mn did not change concentration. The SO42- anion was totally removed in the experiment with HDL at 25 and 55 mL volumes and using HDL + limestone in the 25 mL xi volume. It is noteworthy that in the adsorption and neutralization experiment HDL presented better results in the treatment of AMD than when mixed with limestone.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Drenagem ácida de minas
Calcário
Hidrotalcita
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AvaliacaoEficienciaBarreiras.pdf4,25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.