Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/907
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Doença holandesa e o setor mineral: uma discussão
metadata.dc.creator: CRUZ, Fernanda Tainá Oliveira da
metadata.dc.contributor.advisor1: LUCZYNSKI, Estanislau
Issue Date: 2017
Citation: CRUZ, Fernanda Tainá Oliveira da. Doença holandesa e o setor mineral: uma discussão. Orientador: Estanislau Luczynski. 2017. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/907. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho busca discutir a presença da Doença Holandesa no Brasil, em decorrência da abundância dos recursos naturais do país, tratando mais especificamente do impacto da descoberta do Pré-Sal e da intensa exploração do minério de Ferro no Pará, ambos produtos caracterizados como commodities importantes para a economia nacional. Dessa forma o que se discute é se esses produtos de baixo valor agregado podem causar a desindustrialização e a apreciação cambial no Brasil, além de outras consequências negativas para a economia nacional. A apreciação cambial e a desindustrialização são indicadores da doença holandesa em uma economia. Também são abordados os impacto causados pela produção de minério de ferro, analisando em nível regional o impacto social e ambiental causado por essa atividade na área de exploração.
Abstract: This work aims to discuss the presence of Dutch disease in Brazil, for reason of the abundance of the country's natural resources, talking about more specifically of the impact of the discovery of the Pre-Salt and the intense exploration of Iron Ore in Pará, both products characterized as important commodities for the national economy. In this way, what is being discussed is the possibility of low value-added products to cause deindustrialization and an exchange rate appreciation in Brazil, as well as other negative consequences for a national economy. the currency appreciation and deindustrialization are indicators of the Dutch disease in an economy. The impacts caused by the production of iron ore are also discussed, analyzing at regional level the social and environmental impact caused by its activity in the exploration area.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Indústria mineral
Aspectos ambientais
Aspectos sociais
Petróleo
Minérios de ferro
Pará - Estado
Brasil - País
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_DoencaHolandesaSetor.pdf1,99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.