Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/906
Compartilhar:
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1LUCZYNSKI, Estanislau-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9749970886455933pt_BR
dc.creatorFERREIRA, Pedro Furtado-
dc.date.accessioned2018-12-21T13:49:35Z-
dc.date.available2018-12-21T13:49:35Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.citationFERREIRA, Pedro Furtado. Panorama da produção de potássio e o potencial brasileiro: a exploração dos depósitos. Orientador: Estanislau Luczynski. 2017. 41 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/906. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/906-
dc.description.abstractThe potassium element (K) is positioned in the first family of the Periodic Table and classified as an atomic number 19 alkali metal, it is a solid metal at room temperature, ductile, has high electrical conductivity and increases with the temperature rise, chemically very reactive, and therefore is not found freely in nature, only as compounds of evaporitic origin (main deposits) and constituents of the potassium silicate rocks. Approximately 95% of the world’s potassium is destined for agriculture, an important macronutrient for food products and is considered a strategic mineral for Brazil due to its high external dependence, since approximately 90% of the potassium consumed comes from outside. They also have other applications in the chemical industry as in the manufacture of detergents, soaps, special glasses, etc. The potassium minerals found in silica rocks are insoluble and difficult to extract, but there is much research for use in agriculture as fertilizers. The main reserves are found in the states of Minas Gerais and São Paulo. Potassium of evaporitic origin is the main deposits explored internationally, beind found three deposits in Brazil, two in the State of Amazonas, in the municipality Nova Olinda do Norte operated by Vale Fertilizantes S.A and another in the world-class city of Autazes, operated by the company Potássio Brasil S.A. The third deposit is located in the State of Sergipe, in the city of Rosario do Catete, which is the only one in operation and insufficient for Brazilian self-sufficiency. Therefore, the Brazilian production of potash is still below its potential, given the existence of deposits not yet plowed for production. Also the political tax situation is not favorable for the Brazilian producers, discouraging strategic ventures for the country, in case of the Project Carnalita de Sergipe that is suspended.pt_BR
dc.description.resumoO elemento potássio (K) está posicionado na primeira família da Tabela Periódica e classificado como um metal alcalino de número atômico 19, é um metal sólido à temperatura ambiente, dúctel, possui elevada condutividade elétrica e aumenta com a elevação da temperatura, quimicamente muito reativo e por isso não é encontrado livremente na natureza, somente como compostos de origem evaporítica (principais depósitos) e constituintes das rochas silicáticas potássicas. Aproximadamente 95% do potássio produzido mundialmente têm como destino final a agricultura, um importante macronutriente para os produtos alimentícios e é considerado um mineral estratégico para o Brasil pela sua alta dependência externa, dado que aproximadamente 90% do potássio consumido vêm de fora. Também têm outras aplicações na indústria química como na fabricação de detergentes, sabões, vidros especiais, etc. Os minerais de potássio encontradas em rochas silicáticas são insolúveis e de difícil extração, porém há muitas pesquisas para o aproveitamento na agricultura como fertilizantes. As principais reservas são encontradas nos Estados de Minas Gerais e São Paulo. Já o potássio de origem evaporítica são os principais depósitos explorados internacionalmente, sendo encontrado três depósitos no Brasil, dois no Estado do Amazonas, no município Nova Olinda do Norte explorado pela Vale Fertilizantes S.A e outro no município de Autazes de classe mundial, explorado pela companhia Potássio Brasil S.A. O terceiro depósito localiza-se no Estado de Sergipe, cidade de Rosário do Catete, único em operação e insuficiente para a autossuficiência brasileira. Portanto, a produção brasileira de potássio ainda está aquém de suas potencialidades, haja vista a existência de depósitos ainda não lavrado para a produção. Também a situação política tributária não é favorável para os produtores brasileiros, desestimulando empreendimentos estratégicos para o país, caso do Projeto Carnalita de Sergipe que encontra-se suspenso.pt_BR
dc.description.provenanceSubmitted by Ângela Paiva (angelap@ufpa.br) on 2018-12-20T18:00:20Z No. of bitstreams: 1 TCC_PanoramaProducaoPotassio.pdf: 1229961 bytes, checksum: d44892f8a25cfeeaa068925bd514fa59 (MD5)en
dc.description.provenanceApproved for entry into archive by Cleide Dantas (cleidedantas@ufpa.br) on 2018-12-21T13:49:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TCC_PanoramaProducaoPotassio.pdf: 1229961 bytes, checksum: d44892f8a25cfeeaa068925bd514fa59 (MD5)en
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2018-12-21T13:49:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TCC_PanoramaProducaoPotassio.pdf: 1229961 bytes, checksum: d44892f8a25cfeeaa068925bd514fa59 (MD5) Previous issue date: 2017en
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectPotássiopt_BR
dc.subjectGeologiapt_BR
dc.subjectBrasil - Paíspt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.titlePanorama da produção de potássio e o potencial brasileiro: a exploração dos depósitospt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Curso - Graduaçãopt_BR
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PanoramaProducaoPotassio.pdf1,2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.