Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/891
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Cálculo da porosidade - estimativa do tempo de trânsito da matriz
metadata.dc.creator: VALENTE, Adriano Lopes
metadata.dc.contributor.advisor1: ANDRADE, André José Neves
Issue Date: 15-Mar-2017
Citation: VALENTE, Adriano Lopes. Cálculo da porosidade - estimativa do tempo de trânsito da matriz. Orientador: André José Neves Andrade.2017. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) - Faculdade de Geofísica, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: <http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/891>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A porosidade expressa o volume de fluido presente na constituição das rochas sedimentares. A sua estimativa a partir dos dados mensurados pelas ferramentas da geofísica de poço tem como principal metodologia o método conhecido como Densidade-neutrônico. No entanto em muitas situações praticas as condições construtivas do poço prejudicam as medidas realizadas pelas ferramentas de densidade e porosidade neutrônica. Como, grandes desabamentos da parede do poço e ocorrências de rebocos de grandes espessuras. Nessas situações podem ser utilizadas as medidas realizadas pela ferramenta sônica e representadas no perfil sônico, que tem por construção essas interferências atenuadas em suas medidas. No entanto, a utilização do perfil sônico pode ser prejudicada pelo desconhecimento ou estimativa incorreta do tempo de transito da matriz. Este Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) apresenta uma metodologia para estimar o tempo de transito da matriz nos caso em que ocorre a deficiência e a presença de testemunho da camada em avaliação, adquirido em poços com melhores características construtivas. A partir da medida do perfil densidade, constrói-se um gráfico de densidade versus tempo de transito. Através dos pontos marcados nesse gráfico, constrói-se uma reta pelos mínimos-quadrados e desloca-se essa reta paralelamente, de tal modo que o ponto da água (densidade da água, tempo de transito da água) pertença a esta reta. O ponto da reta correspondente ao valor de densidade da matriz (medido no laboratório) corresponde ao tempo de transito da matriz, a ser utilizado na estimativa da porosidade para a camada em analise. Esta metodologia é apresentada com dados sintéticos, segundo o modelo petrofísico e avaliada em dados reais de poços testemunhados no campo de Namorado, Bacia de Campos, Brasil.
Abstract: Porosity is the fluid volume present in the constitution of sedimentary rocks and can be estimated from the well log data. Density-Neutron crossplot is a classic method for porosity calculation. However in some practical situations the conditions of borehole wall may damage the measurements of density and neutron porosity as wall collapses and formation of thick mudcake. In these situations the sonic log can be used for porosity calculation, once its measurements are not affected by these events. In this case, is mandatory to have a prior knowledge of the matrix transit time. This work (TCC) presents a method to estimate the matrix transit time based in the integration of density-sonic crossplot and matrix density obtained in conventional core analysis. This methodology is presented with synthetic data, according to the petrophysic model and evaluated in real data from a cored borehole in the Namorado field, Campos basin, Brazil.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA
Keywords: Prospecção - Métodos geofísicos
Perfilagem geofísica de poços
Porosidade
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Geofísica - FAGEOF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_CalculoPorosidadeEstimativa.pdf1,53 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.