Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/889
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Influência da sazonalidade e variação da salinidade sobre biomarcadores bioquímicos em Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) de um manguezal do Nordeste Paraense
metadata.dc.creator: SILVA, Thaianne Santos da
metadata.dc.contributor.advisor1: AMADO, Lílian Lund
metadata.dc.contributor.advisor-co1: PETRACCO, Marcelo
Issue Date: 8-Jan-2016
Citation: SILVA, Thaiane Santos da. Influência da sazonalidade e variação da salinidade sobre biomarcadores bioquímicos em Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) de um manguezal do Nordeste Paraense. Orientadora: Lílian Lund Amado. Coorientador: Marcelo Petracco. 2016. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/889. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Em estuários, a salinidade é considerada um parâmetro ambiental chave por apresentar altas e constantes variações, que afetam a fisiologia e a ecologia dos organismos. Além disso, organismos estuarinos estão sujeitos a uma série de diferentes tipos de atividades antrópicas que geram contaminantes descartados em regiões costeiras. A biodisponibilidade e toxicidade de contaminantes no ambiente aquático são influenciadas pela variação de salinidade. Na Baía de Japerica (nordeste paraense), atividades mineradoras trazem danos tanto ao meio ambiente quanto à população residente nas proximidades. Este estudo é uma avaliação das respostas de biomarcadores bioquímicos de exposição e efeito analisados no caranguejo residente Ucides cordatus frente às flutuações sazonais da salinidade local. Os caranguejos foram coletados manualmente em dois locais da baía: Japerica, local com maior influência de água salina, estuário inferior e Tapuã, estuário superior, localizado próximo à região de implantação de uma fábrica de cimento com possível potencial poluidor. As coletas foram realizadas durante 4 períodos: Jun/2013 (transição 1), Setembro (estiagem), Novembro (transição 2) e Fev/2014 (chuvoso). Temperatura, pH, oxigênio dissolvido (OD) e salinidade foram medidos durante a coleta. Os animais foram biometrados para peso total e largura da carapaça, brânquias e músculos foram os tecidos selecionados. Nestes tecidos foram dosados biomarcadores bioquímicos de exposição: capacidade antioxidante total (ACAP) e atividade da enzima de detoxificação glutationa s-transferase (GST); e de efeito: determinação do conteúdo de danos oxidativos em lipídeos (LPO). Os dados abióticos obtidos demonstram que a temperatura e pH não apresentaram uma variação significativa entre locais de coleta. A salinidade apresentou variação, tanto entre os locais como entre os períodos de coleta. Tapuã mostrou valores menores de salinidade, porém maior variação sazonal. Os níveis de OD foram em Tapuã foram maiores em relação a Japerica. A ACAP tanto em brânquias quanto em músculo se manteve estável ao longo dos períodos de coleta. A atividade da GST e do conteúdo de lipídios nos dois tecidos foram altos em Tapuã no período de transição 2 e no período chuvoso, sendo este o local onde há maior variação do gradiente salino ao longo do ano. Os resultados indicam variações sazonais de salinidade, aliada a maior disponibilidade de contaminantes e a diminuição da atividade dos biomarcadores expõem os animais ao efeito desses xenobióticos e consequentes de danos ecológicos.
Abstract: In estuaries, the salinity is considered a key environmental parameter because it presents high and constant variations that affect the physiology and ecology of organisms. Furthermore, estuarine organisms are subject to different types of human activities that generate pollutants discharged into coastal regions. The bioavailability and toxicity of contaminants in the aquatic environment are influenced by changes in salinity. In the Bay of Japerica (northeastern Pará), mining activities cause damage to the environment and to nearby residents. This study is an evaluation of the responses of biochemical markers of exposure and effect analyzed in crab resident Ucides cordatus front of the seasonal fluctuations of the local salinity. The crabs were manually collected at two locations from Bay Japerica, a place with greater influence of saline water, lower estuary and Tapuã, upper estuary, located near the implantation region of a cement plant with pollution potential. Samples were collected during four periods: June/2013 (transition 1), September (dry season), November (transition 2) and February/2014 (rainy). Temperature, pH, dissolved oxygen (DO) and salinity were measured during collection. The animals were length and weighed for total weight and width of the shell, gills and muscles were selected tissues. These tissues were measured biochemical biomarkers of exposure: total antioxidant capacity (ACAP) and activity of detoxification enzyme glutathione S-transferase (GST); and effect: determination of the content of oxidative damage in lipids (LPO). Abiotic data showed that temperature and pH no significant variation between sampling sites. Salinities showed variation both local and between collection periods. Tapuã show lower salinity values, but higher seasonal variation. The do levels were Tapuã were higher than Japerica. The ACAP both gills and in muscle has remained stable over the collection periods. The GST activity and lipid content in both tissues were higher in Tapuã the transition period and 2 in the rainy season, which is where there is greater variation in the salt gradient throughout the year. The results indicate that seasonal variations in salinity, together with the increased availability of contaminants and decrease the activity of biomarkers expose animals to effect these xenobiotics and consequent ecological damage.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Ucides cordatus
Caranguejo
Salinidade
Pará - Estado
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_InfluenciaSazonalidadeVariacao.pdf1,32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.