Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/880
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Composição aniônica e parâmetros físico-químicos de águas subterrâneas: subsídios à gestão ambiental do Nordeste Paraense
metadata.dc.creator: BRANCO, Felipe Ohade Lopes
metadata.dc.contributor.advisor1: KAWAKAMI, Silvia Keiko
Issue Date: 12-Jul-2018
Citation: BRANCO, Felipe Ohade Lopes. Composição aniônica e parâmetros físico-químicos de águas subterrâneas: subsídios à gestão ambiental do Nordeste Paraense. Orientadora: Silvia Keiko Kawakami. 2018. 45 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/880. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: As águas subterrâneas tendem, naturalmente, a apresentar excelente qualidade para os mais diversos usos, representando, portanto, uma alternativa viável em grandes centros urbanos ou pequenas comunidades. A sua captação, quando realizada por técnicas inadequadas de construção de poços, por exemplo, fragilizam o solo e consequentemente aumentam o risco à contaminação das águas dos aquíferos. O Nordeste Paraense é a região do Norte brasileiro que se encontra mais suscetível à contaminação por agrotóxicos e nutrientes, devido aos avanços de diversas monoculturas, com destaque para os plantios de soja e cítricos. No presente estudo, teve-se como objetivo avaliar, de forma preliminar, a qualidade das águas subterrâneas dos aquíferos relacionados às formações geológicas Pós-Barreiras, Barreiras e Pirabas, a partir da concentração dos ânions dissolvidos e parâmetros físico-químicos básicos, nos municípios de Bragança, Capitão Poço e Salinópolis, Nordeste Paraense. Os resultados obtidos foram comparados com os Valores Máximos Permitidos (VMP) estabelecidos pela Resolução CONAMA nº 396/2008, para avaliar a qualidade da água subterrânea para consumo humano. A concentração dos ânions dissolvidos (Cl<sup>-</sup>, F<sup>-</sup>, PO<sup>3-</sup><sub>4</sub>, NO<sup>-</sup><sub>3</sub> e SO<sup>2-</sup><sub>4</sub>) foi determinada por meio da cromatografia de íons. Os parâmetros físico-químicos foram obtidos com o auxílio de um Analisador Multiparâmetros para Condutividade Elétrica (CE), pH, Sólidos Totais Dissolvidos (STD) e Temperatura. Os resultados indicaram que as águas subterrâneas dos pontos amostrais do Nordeste Paraense possuem, em sua maioria, o pH ligeiramente ácido variando de 3,25 a 7,91 (este máximo sendo um resultado pontual), assim como uma baixa concentração de STD (4 a 18 mg/L) e CE (70 a 350 µS/cm). A composição iônica indicou que os pontos amostrais possuem, também, baixa concentração aniônica (< VMP), onde Cl<sup>-</sup> apresentou concentrações que variaram de 2,80 a 23,49 mg/L, F<sup>-</sup> variou de 0,28 a 0,37 mg/L, NO NO<sup>-</sup><sub>3</sub> variou de 0,44 a 28,12 mg/L, SO<sup>2-</sup><sub>4</sub> variou de 0,11 a 18,19 mg/L, e o íon PO<sup>3-</sup><sub>4</sub> esteve abaixo do limite de detecção do método analítico empregado. Concluiu-se que, de acordo com os parâmetros investigados, todos os pontos amostrais se encontram dentro do padrão de qualidade estabelecido pela Resolução CONAMA nº 396/2008, embora algumas concentrações pontuais possam indicar influência antropogênica sobre o corpo hídrico, principalmente no município de Bragança, o de maior pressão antrópica no solo.As águas subterrâneas tendem, naturalmente, a apresentar excelente qualidade para os mais diversos usos, representando, portanto, uma alternativa viável em grandes centros urbanos ou pequenas comunidades. A sua captação, quando realizada por técnicas inadequadas de construção de poços, por exemplo, fragilizam o solo e consequentemente aumentam o risco à contaminação das águas dos aquíferos. O Nordeste Paraense é a região do Norte brasileiro que se encontra mais suscetível à contaminação por agrotóxicos e nutrientes, devido aos avanços de diversas monoculturas, com destaque para os plantios de soja e cítricos. No presente estudo, teve-se como objetivo avaliar, de forma preliminar, a qualidade das águas subterrâneas dos aquíferos relacionados às formações geológicas Pós-Barreiras, Barreiras e Pirabas, a partir da concentração dos ânions dissolvidos e parâmetros físico-químicos básicos, nos municípios de Bragança, Capitão Poço e Salinópolis, Nordeste Paraense. Os resultados obtidos foram comparados com os Valores Máximos Permitidos (VMP) estabelecidos pela Resolução CONAMA nº 396/2008, para avaliar a qualidade da água subterrânea para consumo humano. A concentração dos ânions dissolvidos (Cl<sup>-</sup>, F<sup>-</sup>, PO<sup>3-</sup><sub>4</sub>, NO<sup>-</sup><sub>3</sub> e SO<sup>2-</sup><sub>4</sub>) foi determinada por meio da cromatografia de íons. Os parâmetros físico-químicos foram obtidos com o auxílio de um Analisador Multiparâmetros para Condutividade Elétrica (CE), pH, Sólidos Totais Dissolvidos (STD) e Temperatura. Os resultados indicaram que as águas subterrâneas dos pontos amostrais do Nordeste Paraense possuem, em sua maioria, o pH ligeiramente ácido variando de 3,25 a 7,91 (este máximo sendo um resultado pontual), assim como uma baixa concentração de STD (4 a 18 mg/L) e CE (70 a 350 µS/cm). A composição iônica indicou que os pontos amostrais possuem, também, baixa concentração aniônica (< VMP), onde Cl<sup>-</sup> apresentou concentrações que variaram de 2,80 a 23,49 mg/L, F<sup>-</sup> variou de 0,28 a 0,37 mg/L, NO NO<sup>-</sup><sub>3</sub> variou de 0,44 a 28,12 mg/L, SO<sup>2-</sup><sub>4</sub> variou de 0,11 a 18,19 mg/L, e o íon PO<sup>3-</sup><sub>4</sub> esteve abaixo do limite de detecção do método analítico empregado. Concluiu-se que, de acordo com os parâmetros investigados, todos os pontos amostrais se encontram dentro do padrão de qualidade estabelecido pela Resolução CONAMA nº 396/2008, embora algumas concentrações pontuais possam indicar influência antropogênica sobre o corpo hídrico, principalmente no município de Bragança, o de maior pressão antrópica no solo.
Abstract: Naturally the underground waters present an excellent quality for the most variable uses, representing a viable alternative in big urban centres or small communities. Your catchment, when realized by inadequate techniques of wells constructions, for an example, fragilize the ground and increase the risk to contamination of the water from the aquifers. The Northeast of Pará is the region on the Brazilian North which is more susceptible to contamination by pesticides and nutrients, due to the advances of many monocultures, with emphasis on soybean and citric plantations. On the present study, the aim was to evaluate, in a preliminary way, the quality of the underground waters from the geological formations Pós-Barreiras, Barreiras and Pirabas, from the concentrations of the dissolved anions and the basic physicochemical parameters, on the city of Bragança, Capitão Poço and Salinópolis, Northeast of Pará. The obtained data were compared with the Maximum Value Permitted (MVP) established by the CONAMA Resolution nº 396/2008, to evaluate the quality of the underground water for human consumption. The concentration of the dissolved anions (Cl<sup>-</sup>, F<sup>-</sup>, PO<sup>3-</sup><sub>4</sub>, NO<sup>-</sup><sub>3</sub> and SO<sup>2-</sup><sub>4</sub>) were determined by ion chromatography. The basic physicochemical parameters were obtained with a Multiparameter Analyzer for Electrical Conductivity (EC), pH, Total Dissolved Solids (TDS) and Temperature. The results indicated that the underground waters from the sampling points of the Northeast of Pará had, in general, a slightly acid pH varying in 3.25 to 7,91 (this maximum was a punctual result), as the low concentration of TDS (4 to 18 mg/L) and EC (70 to 150 µS/cm). The ionic component indicated that the sampling points has, also, a low anionic concentration (< MVP), where the Cl<sup>-</sup> showed concentrations that varied in 2,80 to 23,49 mg/L, F<sup>-</sup> varied in 0,28 to 0,37 mg/L, NO<sup>-</sup><sub>3</sub> varied in 0,44 to 28,12 mg/L, SO<sup>2-</sup><sub>4</sub> varied in 0,11 to 18,19 mg/L, and PO<sup>3-</sup><sub>4</sub was below the detection limit of the analytical method used. So, it was concluded that, according to the investigated parameters, all of the sampling points were within the quality standard established by the CONAMA Resolution nº 396/2008, although some of the points concentration can indicate anthropic influence under the water body, especially on the city of Bragança, which has the biggest anthropic pressure on the ground.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA::OCEANOGRAFIA QUIMICA
Keywords: Qualidade da água
Águas subterrâneas
Bragança - PA
Capitão Poço - PA
Salinópolis - PA
Pará - Estado
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ComposicaoAnionicaParametros.pdf3,01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.