Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/876
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Transporte de material particulado em suspensão na foz do Rio Amazonas
metadata.dc.creator: SILVA, Heriton Kevin do Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor1: ROSÁRIO, Renan Peixoto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: ROLLNIC, Marcelo
Issue Date: 28-Apr-2016
Citation: SILVA, Heriton Kevin do Nascimento. Transporte de material particulado em suspensão na foz do Rio Amazonas. Orientador: Renan Peixoto Rosário. Coorientador: Marcelo Rollnic. 2016. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/876. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O rio Amazonas diariamente aporta para Oceano Atlântico quantidades elevadas de água e material particulado em suspensão (MPS), este transporte de partículas finas sofre variação sazonal e ao longo da maré. A primeira é em decorrência de dois períodos distintos, diferenciados quanto a taxa de precipitação períodos seco e chuvoso e a segunda variação decorre do encontro entre forçantes fluviais e marinhas. Neste sentido o presente trabalho teve por objetivo geral quantificar a diferença sazonal e ao longo da maré no transporte de MPS, pelos canais Norte e Sul, foz do rio Amazonas. Para isto foram realizadas duas campanhas em cada canal, uma em novembro de 2012 (período seco) e outra em junho de 2013 (período chuvoso) ambas em maré de sizígia. Cada canal foi fragmentado em estações margem esquerda, margem direita e meio de modo a verificar a distribuição espacial das propriedades investigadas, para cada estação coletou-se água de superfície e de fundo ao longo de cinco seções distribuídas em um ciclo de maré, o registro da oscilação da maré foi adquirida com um sensor de pressão e os dados de vazão foram gerados com aplicação de um modelo numérico com um pacote de simulação hidrodinâmica D-Flow, também foram feitos registos de turbidez para serem analisados de maneira qualitativa, a fim que se corroborasse com os dados de MPS. A quantificação do MPS foi realizada por gravimetria e no cálculo de seu Transporte foi considerado que o MPS se movimentava concomitante ao fluxo hídrico. Durante o período chuvoso, foi observado um transporte de MPS em média 4,5 maiores em comparação ao período oposto, onde foi obtido um transporte médio entre os canais de 33.259 (toneladas.estágío-1). Explicado pelo alargamento do rio e seus afluentes durante o período chuvoso que provoca inserção de particulados em seu fluxo, sendo melhor observado em áreas acometidas por desmatamento, outra resposta a este aumento é a intensificação do processo erosivo nas regiões andinas que somam ao particulado carreado pelo rio. O canal Sul evidenciou maior taxa no transporte de MPS para o oceano Atlântico, aproximadamente 50% maior para ambos os períodos em resposta a configuração morfológica do ambiente tendo em vista que o maior aporte hídrico é dado por este canal. Ao longo da maré o transporte de MPS apresentou, sempre maiores valores durante o estágio de vazante, conferindo ao ambiente como exportado de MPS em decorrência da assimetria de maré, onde o tempo de vazante e maior que o tempo enchente. Os registros de turbidez e concentrações de MPS sofreram aumento durante o período chuvoso e evidenciaram aumento de suas taxas com a profundidade devido a interação com o fundo.
Abstract: The Amazon river daily contributes to Atlantic Ocean water and high amounts of suspended particulate matter (SPM), this transport of fine particles undergoes seasonal variation and along the tide. The first is a result of two distinct periods, differentiated as the rate of precipitation periods dry and rainy and the second variation is the encounter between river and marine forcings. In this sense the present work was general objective to quantify the seasonal and along the tidal difference in the transport of SPM, the north and south channels, the mouth of the Amazon River. For this there were two campaigns in each channel, one in November 2012 (dry season) and another in June 2013 (rainy season) in both spring tide. Each channel was fragmented into left bank stations, right margin and a half in order to verify the spatial distribution of the investigated properties for each station collected to surface water and bottom over five sections distributed over a tidal cycle, the record the tide oscillation was acquired with a pressure sensor and flow data were generated by application of a numerical model with a hydrodynamic simulation package D-flow were also made turbidity records to be analyzed qualitatively, so that if corroboration with the SPM data. Quantification of SPM was performed by gravimetry and the calculation of its transport was considered that the SPM moved concomitantly with the water flow. During the rainy season, it was observed an SPM transport on average 4.5 higher compared to the opposite period, which obtained an average transport between channels of 33,259 (toneladas.estágío-1). Explained by the widening of the river and its tributaries during the rainy season which causes particulate inclusion in its flow and is best observed in areas affected by deforestation, another response to this increase is the intensification of erosion in the Andean regions that add to particulate carreado by River. The south channel showed the highest rate in the transport of SPM to the Atlantic Ocean, about 50% higher for both periods in response to morphological configuration of the environment, given that the greater fluid intake is given by this channel. Throughout tide SPM transportation presented, where higher values during ebb stage, giving the SPM exported as environment due to tidal asymmetry, where time ebb and flood time greater than. Turbidity and records SPM concentrations also had an increase during the rainy season and showed increase in their rates with depth, justified by the interaction between the water discharge with unconsolidated substrate.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Hidrologia
Rio Amazonas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_TransporteMaterialParticulado.pdf2,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.