Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/846
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Especialização
Title: Valoração ambiental da Praia do Ataláia, Salinópolis, Pará
metadata.dc.creator: CORDEIRO, Ana Patrícia Barros
metadata.dc.contributor.advisor1: CINTRA, Israel Hidenburgo Aniceto
Issue Date: 2010
Citation: CORDEIRO, Ana Patrícia Barros. Valoração ambiental da Praia do Ataláia, Salinópolis, Pará. 2010. 31 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2010. Disponível em: <http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/846>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O turismo, fenômeno econômico mais expressivo nas últimas décadas, vem crescendo em todo o mundo, sobretudo em zonas costeiras. A despeito das conseqüências positivas advindas dessa atividade, ela vem ocasionando diversos impactos ambientais, comprometendo a qualidade de vida e do ecossistema. A Valoração Ambiental é um conjunto de procedimentos e técnicas para medição das preferências individuais, por meio da agregação de valores monetários, de bens e serviços ambientais e é utilizada para estabelecer o Valor Econômico dos Recursos Naturais. A Praia do Ataláia no município de Salinópolis - Pará é uma das mais belas de toda a costa brasileira, porém sofre com a ação antrópica, pois é a mais popular entre os visitantes, é alvo de especulação imobiliária crescente e está aberta a circulação de carros. Esse estudo teve como objetivos determinar os principais problemas ambientais e aplicar um método de Valoração Ambiental na Praia do Atalaia – Pa, como forma de embasar ações de prevenção/conservação dos órgãos competentes. As entrevistas foram realizadas na Praia do Ataláia de 05 a 08 de dezembro de 2010, com 200 indivíduos, sendo 100 moradores e 100 visitantes, com idade superior a 15 anos. Para o levantamento dos principais problemas ambientais da Praia, os entrevistados deveriam indicar quantos problemas desejasse em uma lista exibida pelo entrevistador. Para a Análise de Valoração Ambiental, optou-se por utilizar o método de Valoração Contingente por ser o mais apropriado na estimativa do Valor de Opção de uma área litorânea. O maior problema ambiental durante a alta estação, para moradores e visitantes, é o lixo (90% em ambos), seguido do esgoto (60% e 48%, respectivamente) e da poluição sonora (41% e 27%, respectivamente) enquanto na baixa estação a Praia do Ataláia não apresenta problemas ambientais (49% e 59%, respectivamente). Implantação de Políticas e Ações para a destinação adequada do lixo produzido no Ataláia, com a disposição de coletores de lixo nas praias, a sensibilização dos usuários com Programas de Educação Ambiental, além de incentivo ao uso de materiais biodegradáveis e diminuição do uso dos descartáveis em bares e restaurantes a beira-mar, podem ajudar a reduzir o problema. O Valor de Opção para a Praia do Ataláia foi estimado em R$ 3.963.417,50 por mês. Houve diferença significativa entre os valores atribuídos por moradores e visitantes. Sugere-se que estudos sejam feitos com os visitantes durante diferentes períodos do ano a fim de estimar o valor econômico total para o recurso natural em questão.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
Keywords: Valoração ambiental
Valor econômico
Recursos naturais
Praia do Atalaia - PA
Salinópolis - PA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental (GHA) - IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCE_ValoracaoAmbientalPraia.pdf983,7 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons