Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/842
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Ativação ultrassônica do ácido fosfórico e do álcool na remoção do hidróxido de cálcio intracanal: um estudo confocal do terço apical
metadata.dc.creator: FERNANDES, Adriany Dias
metadata.dc.contributor.advisor1: BRANDÃO, Juliana Melo da Silva
metadata.dc.contributor.advisor-co1: DIAS JUNIOR, Luiz Carlos de Lima
Issue Date: 21-Aug-2018
Citation: FERNANDES, Adriany Dias. Ativação ultrassônica do ácido fosfórico e do álcool na remoção do hidróxido de cálcio intracanal: um estudo confocal do terço apical. 2018. 25 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Odontologia, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: <http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/842>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O hidróxido de cálcio não é facilmente removido do canal radicular e os seus resíduos podem afetar a qualidade da obturação endodôntica. Os protocolos mais utilizados atualmente para sua remoção não demonstram resultados satisfatórios. A ativação ultrassônica permite a agitação e a cavitação da solução irrigadora favorecendo a limpeza do canal radicular. Assim, este estudo avalia a remoção do hidróxido de cálcio do perímetro do canal radicular e dos túbulos dentinários do terço apical de dentes humanos extraídos por microscopia confocal. 40 raízes palatinas de primeiros molares superiores humanos foram submetidas ao preparo biomecânico com o sistema ProTaper e inserção da medicação intracanal de hidróxido de cálcio e propilenoglicol, associado ao corante Rodamina B 0,1%. Os espécimes foram armazenados a 37ºC por 7 dias e divididos em grupos de acordo com o protocolo utilizado para limpeza do canal radicular: G1 - 6 mL NaOCL 2,5% com três agitações de 20 segundos cada; G2 - 6 mL EDTA-T 17% com três agitações de 20 segundos cada; G3 - 6 mL ácido fosfórico 37% com três agitações de 10 segundos cada; G4 - 6 mL álcool etílico 70% com três agitações de 20 segundos cada; e grupo controle, onde não se removeu a medicação. Foram obtidas imagens de microscopia confocal 2 mm aquém do forame apical a fim de comparar a limpeza no perímetro do canal radicular e a profundidade de limpeza dos túbulos dentinários proporcionadas por cada grupo. Utilizou-se os testes estatísticos de Kruskal-Wallis e pós-teste de Dunn, sob o nível de significância de 5%. Os resultados deste trabalho demostram que as soluções de ácido fosfórico a 37% e álcool a 70% foram mais eficientes na remoção dessa medicação do perímetro do canal radicular. Além disso, ainda na análise de limpeza do perímetro, observou-se que o álcool etílico a 70% apresentou um desempenho melhor que o EDTA-T 17%. Os demais grupos não apresentaram diferença estatística significante. Em relação a profundidade de penetração, o álcool etílico 70% apresentou melhor resultado em relação ao controle. Os demais grupos não apresentaram diferença estatística significante.
Abstract: Calcium hydroxide is not easily removed from the root canal and its residues can affect the quality of endodontic obturation. The most commonly used protocols for its removal do not show satisfactory results. The ultrasonic activation allows the agitation and the cavitation of the irrigating solution favoring the cleaning of the root canal. This study evaluates the removal of calcium hydroxide from the perimeter of the root canal and the dentinal tubules of the apical third of human teeth extracted by confocal microscopy. 40 palatal roots of human upper first molars were submitted to biomechanical preparation with the ProTaper system and insertion of intracanal calcium hydroxide and propylene glycol medication, associated with 0.1% Rhodamine B. The specimens were stored at 37ºC for 7 days and divided into groups according to the protocol used to clean the root canal: G1 - 6 mL NaOCL 2.5% with three shafts of 20 seconds each; G2 - 6 mL EDTA-T 17% with three shakes of 20 seconds each; G3 - 6 mL phosphoric acid 37% with three shakes of 10 seconds each; G4 - 6 mL ethyl alcohol 70% with three shakes of 20 seconds each; and control group, where the medication was not removed. mages of confocal microscopy 2 mm below the apical foramen were obtained in order to compare the cleaning in the perimeter of the root canal and the depth of cleaning of the dentinal tubules provided by each group. Statistical tests of Kruskal-Wallis and Dunn post-test were used, at a significance level of 5%. The results of this work show that solutions of phosphoric acid 37% and alcohol 70% were more efficient in the removal of this medication from the perimeter of the root canal. Furthermore, in the perimeter cleaning analysis, it was observed that ethyl alcohol 70% showed a better performance than the EDTA-T a 17%. The other groups did not present a statistically significant difference. In relation to the depth of penetration, ethyl alcohol 70% presented better results in relation to the control. The other groups did not present a statistically significant difference.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::ENDODONTIA
Keywords: Endodontia
Hidróxido de cálcio
Medicação intracanal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Odontologia - FOUFPA/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AtivacaoUltrassonicaAcido.pdf963,69 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons