Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/698
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A industrialização do brincar: da interação a solidão
Other Titles: The industrialization of playing: from interaction to solitude
metadata.dc.creator: CHAVES, Dayce Kelly Pompeu
metadata.dc.contributor.advisor1: FREITAS, Leandro Klineyder Gomes de
Issue Date: 29-Aug-2018
Citation: CHAVES, Dayce Kelly Pompeu. A industrialização do brincar: da interação a solidão. Orientador: Leandro Klineyder Gomes de Freitas. 2018. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) – Faculdade de Educação, Instituto de Ciências da Educação, Universidade Federal do Pará, Belém, PA, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/698. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa investiga como as tecnologias têm influenciado a perda do repertório lúdico espontâneo e a interação entre as crianças na contemporaneidade e como o brincar industrializado tem conduzidos as crianças para ambientes restritos e solitários. Abordaremos o contexto histórico das modificações em relação à infância. O brincar e sua importância para o desenvolvimento das crianças, os brinquedos e as brincadeiras ao longo do tempo até a contemporaneidade. A pesquisa realizada foi a bibliográfica exploratória com a finalidade de apropriação dos principais conceitos referente a temática e como os teóricos analisaram as modificações em relação ao brincar. Brincar é o maior bem cultural que as crianças possuem e o uso excessivo das tecnologias por parte das crianças, desde a tenra idade tem sido alvo de preocupação de educadores, pais e profissionais da área médica. Percebe-se que as modificações em relação a infância, o brincar, as brincadeiras, modificam-se com os avanços da sociedade, onde se parte de um período em que não havia o conceito de infância até os tempos modernos, onde os equipamentos eletrônicos interferem no brincar espontâneo da infância contemporânea e que gradativamente está perdendo espaço para o brincar industrializado.
Abstract: The present research aims to investigate how technologies have influenced the loss of the spontaneous play repertoire and the interaction between children in the contemporary world and how industrialized play has led the children to restricted and solitary environments. We will approach the historical context of the modifications in relation to childhood. play and its importance for the development of children, toys and games over time to the present. The research was the exploratory bibliography for the purpose of appropriation of the main concepts related to the theme and how theorists analyzed the changes in relation to playing. Playing and the greatest cultural asset that children have and the excessive use of technology by children, from a young age has been the concern of educators, parents and medical professionals. It is noticed that the modifications in relation to childhood, play, play, modify with the advances of society, where it starts from a period in which there was no concept of childhood until the modern times, where the electronic equipment interferes in the spontaneous play of contemporary childhood and that is gradually losing space for the industrialized play.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Keywords: Infância
Brincar
Brinquedos
Tecnologias
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Pedagogia - FAED/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_IndustrializacaoBrincarInteracao.pdf214,58 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons