Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/696
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Efeitos do método pareado agonista-antagonista vs. tradicional utilizando séries múltiplas sobre o desempenho da força para membros inferiores
metadata.dc.creator: CORRÊA, Márcio Gonçalves
metadata.dc.contributor.advisor1: FARIAS, Déborah de Araújo
Issue Date: 7-Dec-2017
Citation: CORRÊA, Márcio Gonçalves. Efeitos do método pareado agonista-antagonista vs. tradicional utilizando séries múltiplas sobre o desempenho da força para membros inferiores. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física) -- Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/696. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: INTRODUÇÃO - O método pareado agonista-antagonista (PAA) consiste em estimular previamente a musculatura antagonista do grupo muscular que se deseja otimizar, pois a inibição neurológica dos músculos antagonistas após a pré-ativação no primeiro exercício, inibe a ação dos proprioceptores, promovendo a redução na co-ativação muscular, e aumentando a ativação neural e força dos músculos agonistas. OBJETIVO - O objetivo do presente estudo foi comparar o método tradicional vs PAA sobre o trabalho total (TT) e volume de treinamento (VT) no exercício cadeira extensora (CE). MÉTODOS - Participaram do estudo foram 12 mulheres (24,14 ± 5,4 anos, 161,85 ± 2,9 cm, 60 ± 6,9 kg) com no mínimo 6 meses de experiência no TF. Aconteceram três visitas ao laboratório, sendo a primeira para esclarecimento do procedimento experimental e assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE), a segunda para o teste de dez repetições máximas (10RM) para os exercícios mesa flexora (MF) e cadeira extensora (EX) e a terceira para o procedimento experimental. Após 48 horas do teste de 10RM, foi realizado o procedimento experimental que consistiu da realização do método tradicional: 1 série do exercício CE até a falha concêntrica. Após 10 minutos de intervalo de recuperação, foi realizado o método PAA, sendo 1 série de MF seguida de CE até a falha concêntrica. Foi dado um intervalo de 30 segundos entre os dois exercícios. RESULTADOS - Pôde-se observar diferença significativa tanto no TT como VT, sendo o método PAA superior ao tradicional para essas variáveis. CONCLUSÕES - Concluiu-se, assim, que o exercício CE, quando realizado precedido do exercício MF (método PAA), apresenta maiores TT e VT, podendo ser uma melhor estratégia para otimização do desempenho da força se comparado ao método tradicional, além de apresentar possibilidade de redução no tempo despendido para o treinamento.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Keywords: Exercícios físicos
Musculação
Força muscular
Treinamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Educação Física - FAEF/CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EfeitosMetodoPareado.pdf454,46 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons