Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/641
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Anos potenciais perdidos relacionados ao câncer de boca no estado do Pará
metadata.dc.creator: PERES, Lucas Carvalhaes
metadata.dc.contributor.advisor1: NASCIMENTO, Liliane Silva do
metadata.dc.contributor.advisor-co1: LUCAS, Andréa Cristina Marassi
Issue Date: 23-Jan-2018
Citation: PERES, Lucas Carvalhaes. Anos potenciais perdidos relacionados ao câncer de boca no estado do Pará. 2018. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação – Faculdade de Odontologia, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: <http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/641>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O câncer que acomete a cavidade oral ocupa o 5º lugar no ranking nacional de tipos de neoplasias mais frequentes. Estima-se que em 2016 o Brasil apresentou cerca 15.490 novos casos de câncer de boca, dos quais, 290 se concentravam na região Norte. Neste contexto, a análise dos Anos Potenciais de Vida Perdidos (APVP) pode redimensionar a importância de uma determinada doença quando nos referimos à sua mortalidade, expressando estimado valor social. O objetivo deste estudo foi avaliar o índice de Anos Potenciais Perdidos por pessoas diagnosticadas com Câncer Bucal no Estado do Pará. Utilizou-se determinados dados de pacientes do Hospital Universitário João de Barros Barreto, através da técnica adaptada de APVP, proposta por Romeder e McWhinnie, utilizando-se como limite inferior a idade de 1 ano e como limite superior a idade de 70 anos. Do total de óbitos coletados, 57% ocorreram antes da expectativa de vida aplicada pelo método, concluindo uma média de 14,1 anos de vida perdidos por estas pessoas. Os resultados apresentados apontam as perdas econômicas e sociais deste tipo de enfermidade, destacando a necessidade de se investigar demais fatores associados a este quadro.
Abstract: The cancer that affects the oral cavity ranks the fifth place in the national ranking of the most common kinds of neoplasia. It is estimated that in 2016 Brazil reported around 15.490 new cases of oral cancer, in which, 290 was concentrated in the North region. In this context, the analysis of Years of Potential Life Lost (YPLL) can size the magnitude of a determined disease when it comes to its mortality, expressing estimated social value. The main goal of this study was to assess the index of Years of Potential Life to people diagnosed with Mouth Cancer in the State of Para. It was used users database from the Hospital Universitário João de Barros Barreto, through the YPLL technique, proposed by Romeder and McWhinnie, using 1 year old as minimal age and 70 years old as maximum age. 57% of the collected deaths occurred before the life expectancy applied by the method, concluding an average of 14,1 life-years lost by these people. The results presented indicate to the economic and social loss due to this kind of cancer, highlighting the necessities to investigate other factors associated to this situation.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Keywords: Neoplasias bucais
Anos potenciais de vida perdidos
Mortalidade
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Odontologia - FOUFPA/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnosPotenciaisPerdidos.pdf1,56 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons