Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/640
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Proposta de inserção de um indicador de posição com sensor óptico para as comportas da tomada d’água de casa de força de usinas hidrelétricas
metadata.dc.creator: SILVA, Carlos Anderson Silva da
metadata.dc.contributor.advisor1: OHANA, Ivaldo
Issue Date: 26-Nov-2015
Citation: SILVA, Carlos Anderson Silva da. Proposta de inserção de um indicador de posição com sensor óptico para as comportas da tomada d’água de casa de força de usinas hidrelétricas. Orientador: Ivaldo Ohana. 2015. 67 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Elétrica) – Campus Universitário de Tucuruí, Universidade Federal do Pará, Tucuruí, 2015. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/640. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: No que refere à energia elétrica, o Brasil apresenta, neste início da década 2010/2020, uma matriz de oferta com alta presença de fontes renováveis, acima de 85%, o que contrasta com a média mundial, de apenas 19%. A maior parcela da energia elétrica gerada no Brasil tem procedência de empreendimentos hidrelétricos, que respondem por cerca de 70% da capacidade instalada do País, com mais de mil usinas em operação, nesta década [1]. No âmbito atual desse sistema de produção, o fator chave para o sucesso, está, entre outros fatores, na eficácia, velocidade e na flexibilidade, das quais significa redução de custos. A automação industrial de uma máquina/processo consiste essencialmente em escolher, de entre as diversas tecnologias que se encontram ao nosso dispor, as que melhor se adaptam ao processo a desenvolver e a melhor maneira de as interligar para garantir sempre a melhor relação custo/beneficio. A automação industrial é normalmente dividida em; Nível de campo, Controle e Supervisão [2]. Dentro desse aspecto existe a necessidade de programas de controle mais eficientes, como os sensores ópticos. Sem a necessidade de contatos mecânicos este tipo de dispositivo não sofre desgaste e está sujeito a um número muito menor de falhas, sendo por isso preferido pelos projetistas. A automação de usinas de energia elétrica representa um grande desafio não só pela dimensão do projeto, mais também pela utilização do que há de mais moderno em termos de automação e proteção digital. Diante disso, esse trabalho apresenta uma modificação no modo de obtenção dos dados apresentados no que se refere ao posicionamento das comportas de tomada d'água, visando uma operação segura da manobra de abertura das mesmas. Para a implementação foram utilizados o sensor óptico, controladores lógicos programáveis (CLP’s) e interfaces homem-máquina (IHM’s), tendo uma descrição básica de funcionamento e operação desses equipamentos, além de conceitos de automação de hidrelétricas, assim como uma análise descritiva da lógica embarcada nos CLP’s dos serviços auxiliares de Casa de Força de Usinas Hidrelétricas.
Abstract: As regards of electricity, Brazil has the decade from 2010 to 2020, an offer matrix with high presence of renewable sources, above 85%, in contrast to the world average of only 19%. The largest share of the electricity generated in Brazil has merits of hydroelectric projects, which account for about 70% of installed capacity in the country with over a thousand plants in operation, this decade [1]. In the current scope of this production system, the key factor for success is, among other factors, efficiency, speed and flexibility, which means cost savings. Industrial automation of a machine / process essentially consists in choosing from among the various technologies that are available to us, the ones that best fit the process to develop and the best way of the link to always ensure the best cost / benefit . Industrial automation is usually divided into; Field level, Control and Supervision [2]. Within this aspect there is a need for more efficient control programs, such as optical sensors. Without the need for mechanical contacts such a device does not suffer wear and is subject to a much smaller number of failures and is therefore preferred by designers. The automation of power plants is a major challenge not only by the size of the project, plus also the use of what is most modern in terms of automation and digital protection. Therefore, this work presents a modification in order to obtain the data presented in regard to the positioning of the water intake sluice, towards a safe operation of the opening operation thereof. For the implementation we used the optical sensor, programmable logic controllers (PLCs) and human-machine interfaces (HMI's), and a basic description and operation of such equipment, as well as hydroelectric automation concepts, as well as a descriptive analysis of logic embedded in the PLC's auxiliary services of Power Plants Power House.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA ELETRICA::ELETRONICA INDUSTRIAL, SISTEMAS E CONTROLES ELETRONICOS::AUTOMACAO ELETRONICA DE PROCESSOS ELETRICOS E INDUSTRIAIS
Keywords: Automação industrial
Usinas hidrelétricas - Automação
Controle de processo
Detectores ópticos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Elétrica - FEE/CAMTUC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PropostaInsercaoIndicador.pdf2,64 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons