Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/60
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Produção científica brasileira em oncologia na base de dados Web of Science, utilizando o Índice H (Índice de Hirsch): 2013-2015
metadata.dc.creator: ARAUJO, Andreza Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: CRUZ, Jane Veiga Cezar da
Issue Date: 2017
Citation: ARAUJO, Andreza Silva. Produção científica brasileira em oncologia na base de dados Web of Science, utilizando o Índice H (Índice de Hirsch): 2013-2015. Orientador: Jane Veiga Cezar da Cruz. 2017. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia) – Faculdade de Biblioteconomia, Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/60. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Analisa a produção científica brasileira em Oncologia entre o período de 2013 a 2015, utilizando-se do índice H, e como referência a base de dados Web of Science (WoS). O termo adotado para pesquisa, “medical oncology”, foi escolhido através de consulta no cabeçalho específico de medicina, MeSH, e então foram feitos refinamentos para se chegar ao número de resultados real do estudo. Foi recuperado um total de 52 resultados, e destes selecionaram-se 100 autores (por contagem de registro), porém utilizou-se apenas os que possuíam 2 ou mais citações. Após mais este refinamento recuperou-se 20 autores, dos quais foram analisados seus respectivos índices H. Conclui-se que apesar de ser uma ferramenta importante criada para facilitar a medição da produtividade científica, o índice H não consegue medir a real participação de cada autor analisado. Seus resultados são importantes sim, mas todas as desvantagens por ele apresentadas, dificultam uma análise mais concreta como a que pode ser obtida através da análise do fator de impacto de um periódico, por exemplo.
Abstract: Analyze the scientific production in Oncology from the period 2013 to 2015 by using the H index, and as a reference database, the Web of Science (WoS). The term adopted for the research "medical oncology," was chosen by consulting the Medical Subject Headings, MeSH, and then refinements were made to get the number of actual study results. Were recovered 52 results in total, and were recovered 100 authors (by record count), but only were used in the research those who had two or more citations. After this further refinement recovered 20 authors, which were analyzed their respective H index. It was concluded that despite being an important tool designed to facilitate the measurement of scientific productivity, the H index couldn’t measure the actual participation of each author analyzed. The results are important, but all the disadvantages presented by him, hinder a more concrete analysis that can be achieved by analyzing the impact factor of a journal, for example.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIA
Keywords: Produção científica
Oncologia
Índice H
Índice de Hirsch
Base de dados
Web of Science
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Biblioteconomia - FABIB/ICSA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ProducaoCientificaBrasileira.pdf1,16 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons