Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4201
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Artigo
Title: Panorama da COVID-19 no Estado do Pará
metadata.dc.creator: CAMPOS, Giovanny Patrick Brito
metadata.dc.contributor.advisor1: BARBOSA, Estêvão José da Silva
Issue Date: 7-Jul-2022
Citation: CAMPOS, Giovanny Patrick Brito. Panorama da COVID-19 no Estado do Pará. Orientador: Estêvão José da Silva Barbosa. 2022. 16 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnólogo em Geoprocessamento) – Campus Universitário de Ananindeua, Universidade Federal do Pará, Ananindeua, 2022. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4201. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O primeiro caso oficial de Covid-19 no estado do Pará, Brasil, foi registrado em Belém no dia 18 de março de 2020. O Observatório Geográfico da COVID-19 no estado do Pará foi um dos grupos que se dedicou ao estudo da evolução da pandemia na Amazônia. Como produto das atividades desse grupo, o presente trabalho analisou a evolução espaço-temporal da pandemia de Covid-19 no Pará, entre março de 2020 e abril de 2021. Fez-se, na escala regional (UF, RGINT) e local (municípios), uma sistematização e o mapeamento dos registros da doença obtidos junto à Fiocruz, Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa), Brasil.IO, e pelas prefeituras municipais (boletins epidemiológicos). Os resultados confirmaram a ocorrência de dois picos ou “ondas” de casos e óbitos. A primeira “onda” da doença em 2020 se propagou, sobretudo, a partir de Belém, e a segunda, de 2021, a partir dos municípios do Baixo Amazonas. Entre os fatores espaciais analisados, o de maior relevância foi a relação do avanço da COVID-19 com a rede urbana e a demografia. A análise não deu conta das realidades mais locais da pandemia, e, certamente a revisão de dados pode levar à modificação mais ou menos acentuada das curvas.
Abstract: The first official case of Covid-19 in the state of Pará, Brazil, was registered in Belém City on March 18, 2020. The Geographic Observatory of COVID-19 in the state of Pará was one of the groups that studied the evolution of the pandemic. As a product of the activities of this group, the present study analyzed the space-time evolution of the Covid-19 pandemic in Pará, between March 2020 and April 2021. On the regional (states, geographical regions - RGINT) and local (municipalities) scale, a systematization and mapping of the disease records obtained from Fiocruz, The State Department of Health of Pará (Sespa), Brasil.IO, and the municipal authorities (epidemiological bulletins) were carried out. The results confirmed the occurrence of two peaks or "waves" of cases and deaths. The first "wave" of the disease in 2020 spread, mainly from Belém, and the second, from 2021, from the municipalities of Baixo Amazonas. Among the spatial factors analyzed, the most relevant was the relationship between COVID-19's progress with the urban network and demographics. The analysis did not account for the more local realities of the pandemic, and certainly the data review can lead to more or less marked modification of the curves.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Keywords: Amazônia
Geografia da saúde
SARS-CoV-2
Amazon
Geography of health
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: Disponível na internet via Sagitta
Appears in Collections:Curso de Geoprocessamento - CANAN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_PanoramaCovid19Estado.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons