Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4135
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise normativa de ensaio de prova de carga estática e estudo de caso em ponte de concreto armado
metadata.dc.creator: CAMARGO, Luis Faruk Entringer de
ALBUQUERQUE, Paulo Henrique Maciel Arraes
metadata.dc.contributor.advisor1: PEREIRA FILHO, Manoel José Mangabeira
Issue Date: 27-Apr-2022
Citation: CAMARGO, Luis Faruk Entringer de; ALBUQUERQUE, Paulo Henrique Maciel Arraes. Análise normativa de ensaio de prova de carga estática e estudo de caso em ponte de concreto armado. Orientador: Manoel José Mangabeira Pereira Filho. 2022. 61 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) – Campus Universitário de Tucuruí, Universidade Federal do Pará, Tucuruí, 2022. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4135. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Recentemente, houve alteração na malha rodoviária paraense, caracterizada pela substituição de pontes de madeira por pontes de concreto. Nesse contexto, provas de carga são definidas como um conjunto de atividades destinadas a analisar o desempenho de uma estrutura. Desse modo, este trabalho apresenta uma comparação entre normatizações brasileira (ABNT NBR 9607, 2019), Espanhola (Ministério de Fomento, 2009), Americana (ACI 318, 2019), Alemã (DAfStb, 2000) e Tcheca (CSN 73 6209, 1996), de ensaio de prova de carga estático, bem como a avaliação do ensaio de prova de carga estática realizado na ponte sobre o rio Jacaré. A comparação entre recomendações normativas foi realizada levando em consideração: motivações para realização de uma prova de carga; atividades realizadas pré-prova de carga; pontos de monitoração; intensidade e etapas de carregamento; e critérios de parada e aceitação. Esta comparação mostra que quanto às atividades realizadas antes da prova de carga, a norma brasileira apresenta tópicos mais detalhados que as demais recomendações, também tendo a maior quantidade de motivações para realização de uma prova de carga. Contudo, embora sejam mais detalhadas, estas não obrigam a aplicação de prova de carga em nenhuma de suas motivações, assim minimizando o uso dessa ferramenta. Os critérios adotados para a avaliação do ensaio de prova de carga realizado na ponte sobre o rio Jacaré foram: abertura de fissuras; deformações na armadura longarina e superfície do concreto, deformações no estribo; e deslocamentos verticais máximos e residuais. Em relação ao parâmetro para abertura de fissuras, as recomendações brasileiras mostraram-se condizentes com as demais normas, diferindo apenas da norma alemã, o que se deve a esta ser estabelecida em função de fissuras máximas e variação da abertura de fissuras residuais. Para deslocamentos máximos, as normatizações brasileiras e americanas aderem a limites de projeto, desse modo, divergindo das recomendações espanholas e tchecas que apresentam intervalos em função da previsão teórica. Em função dos deslocamentos residuais, a norma brasileira apresenta o menor deslocamento residual permitido (5%), sendo a mais rigorosa neste critério em comparação com as demais normas (média de 16%). Os resultados obtidos demonstram a aceitação da ponte sobre o rio Jacaré em função de: abertura de fissuras, para todas as recomendações normativas; deformação na longarina e face comprimida do concreto, apenas para a norma alemã; deslocamento máximo, apenas para a norma brasileira (com limites 25 vezes maiores que a média das demais normas); e deslocamentos residuais, para todas as recomendações.
Abstract: Recently, there was a change in the road network in Pará, characterized by the replacement of wooden bridges with concrete bridges. In this context, load tests are defined as a set of activities designed to analyze the performance of a structure. Thus, this work presents a comparison between Brazilian (ABNT NBR 9607, 2019), Spanish (Ministerio de Fomento, 2009), American (ACI 318, 2019), German (DAfStb, 2000) and Czech (CSN 73 6209, 1996) standards of static load test, as well as the evaluation of the static load test carried out on the bridge over the Jacaré River. The comparison between normative recommendations was carried out taking into account: motivations for carrying out a load test; pre-load test activities; monitoring points; intensity and loading steps; stop and acceptance criteria. This comparison shows that regarding the activities carried out before the load test, the Brazilian standard presents more detailed topics than other recommendations, also having the greatest amount of motivations for carrying out a load test. However, although they are more detailed, they do not require the application of load proof in any of their motivations, thus minimizing the use of this tool. The criteria adopted for the evaluation of the load test carried out on the bridge over the Jacaré River were: opening of cracks; deformations in the spar reinforcement and concrete surface, deformations in the stirrup; and maximum and residual vertical displacements. Regarding the parameter for crack width, the Brazilian recommendations were consistent with the other standards, differing only from the German standard, which is due to the latter being established as a function of maximum cracks and variation of residual crack width. For maximum displacements, the Brazilian and American regulations adhere to design limits, thus, differing from the Spanish and Czech recommendations that present intervals as a function of the theoretical prediction. Due to residual displacements, the Brazilian standard has the lowest permitted residual displacement (5%), being the most rigorous in this criterion compared to the other standards (average of 16%). The results obtained demonstrate the acceptance of the bridge over the Jacaré River due to: opening of cracks, for all normative recommendations; deformation in the stringer and compressed face of the concrete, only for the German standard; maximum displacement, only for the Brazilian standard (with limits 25 times higher than the average of the other standards); and residual displacements, for all recommendations.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::ESTRUTURAS::ESTRUTURAS DE CONCRETO
Keywords: Pontes de concreto armado
Prova de carga estática
Análise estrutural (Engenharia)
Normas técnicas (Engenharia)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na Internet via Sagitta
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Civil - FEC/CAMTUC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseNormativaEnsaio.pdf1,62 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons