Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4126
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A musculação como prática corporal terapêutica em mulheres afetadas pelos transtornos mentais: depressão e/ou ansiedade
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Larissa Nunes de
metadata.dc.contributor.advisor1: MOTA, Joselene Ferreira
Issue Date: 18-Dec-2019
Citation: OLIVEIRA, Larissa Nunes de. A musculação como prática corporal terapêutica em mulheres afetadas pelos transtornos mentais: depressão e/ou ansiedade. Orientadora: Joselene Ferreira Mota. 2022. 75 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Instituto de Ciências da Educação, Universidade Federal do Pará, Belém, 2022. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4126. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho traz como questão: quais os efeitos da prática regular de musculação em mulheres já diagnosticadas com depressão e/ou ansiedade? e tem como objetivo analisar os efeitos da prática de musculação em mulheres com depressão e/ou ansiedade. O percurso metodológico traçado partiu da aproximação com o método materialista histórico dialético. Nossa pesquisa se desenvolveu a partir de uma investigação do tipo experimental cujo lócus foi a BodyFit Academia, academia de ginástica localizada em Ananindeua/Pa, com 10 voluntárias de 24-44 anos, onde apenas 06 (seis) concluíram a pesquisa, que não praticavam exercícios físicos por pelo menos 06 (seis) meses anteriores à intervenção. Os resultados demonstram que a prática regular de musculação em mulheres que apresentam o diagnóstico de depressão e/ou ansiedade atuou na regressão dos transtornos, pois agiu diretamente na melhora e até eliminação dos sintomas. Conclui-se ao final de nossa pesquisa, que a prática corporal musculação apresenta efeitos terapêuticos em mulheres já diagnosticadas com depressão e/ou ansiedade.
Abstract: The present paper raises the question: what are the effects of regular bodybuilding practice on women already diagnosed with depression and / or anxiety? and aims to analyze the effects of bodybuilding practice in women with depression and / or anxiety. The methodological course traced from the approximation with the dialectical historical materialist method. Our research started from an experimental research whose locus was at BodyFit Academia, a gym located in Ananindeua / Pa, with 10 volunteers from 24 to 44 years old, where only 06 (six) completed a research that did not practice physical exercise for at least 06 (six) months prior to the intervention. The results demonstrate that the regular practice of bodybuilding in women with the diagnosis of depression and / or anxiety acts in the regression of disorders, because age is directly affected and reduces symptoms. Conclude the end of our research that bodybuilding practice has therapeutic effects in women already diagnosed with depression and / or anxiety.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Keywords: Práticas corporais
Depressão
Ansiedade
Saúde do Trabalhador
Saúde da mulher
Body practices
Depression
Anxiety
Worker's health
Women’s health
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Educação Física - FEF/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_MusculacaoPraticaCorporal.pdf616,79 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons