Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4102
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Capacidade funcional, estresse percebido e a satisfação com a vida em idosos portadores de artrose ativos e sedentários
metadata.dc.creator: SILVA, Murilo Augusto Martins
metadata.dc.contributor.advisor1: SANTOS, Jorge Monteiro França dos
Issue Date: 11-Oct-2021
Citation: SILVA, Murilo Augusto Martins. Capacidade funcional, estresse percebido e a satisfação com a vida em idosos portadores de artrose ativos e sedentários. Orientador: Jorge Monteiro França dos Santos. 2022. 31 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Instituto de Ciências da Educação, Universidade Federal do Pará, Belém, 2021. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4102. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho tem como objetivo comparar o nível de capacidade funcional, estresse percebido e satisfação com a vida em idosos praticantes de exercícios físicos e sedentários. Foram avaliados 27 idosos sendo 15 sedentários e 12 ativos, com idade entre 60 e 83 anos. Para a avaliação da capacidade funcional foi utilizado o protocolo GDLAM que é constituído pelos testes: caminhar 10 m, levantar-se da posição sentada, levantar-se da posição decúbito ventral e levantar-se da cadeira e locomove-se pela casa. Para avaliar o estresse percebido foi utilizado um Questionário de Escala de Estresse Percebido. Para a avaliação do nível de satisfação a vida foi utilizado o questionário de SWLS Satisfactionwith Life. A análise estatística foi realizada por meio do software Bioestat 5.0, com nível de significância de p<0,05. Os resultados do estudo demonstram que os idosos fisicamente ativos apresentam melhores resultados nos testes de capacidade funcional realizados, não foram observados diferenças significativas entre o nível de estresse percebido e satisfação com a vida dos dois grupos. Constatou-se ainda uma correlação direta entre o nível de capacidade funcional dos idosos e seu nível de satisfação com a vida.
Abstract: This paper aims to compare the level of functional capacity, perceived stress and life satisfaction in elderly people who practice physical exercises and sedentary people. Twentyseven elderly people were evaluated, 15 sedentary and 12 active, aged between 60 and 83 years. For the assessment of functional capacity, the GDLAM protocol was used, which consists of the following tests: walk 10 m, get up from a sitting position, get up from the prone position and get up from a chair and move around the house. To assess perceived stress, the Perceived Stress Scale Questionnaire was used. To assess the level of satisfaction with life, the SWLS Satisfactionwith Life Scale questionnaire. Statistical analysis was performed using the Bioestat 5.0 software, with a significance level of p<0.05. The results of the study demonstrate that physically active elderly people present better results in the tests of functional capacity performed, no significant differences were observed between the level of perceived stress and satisfaction with life in the two groups. There was also a direct correlation between the level of functional capacity of the elderly and their level of satisfaction with life.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Keywords: Capacidade funcional
Satisfação com a vida
Estresse percebido
Idosos
Functional capacity
Life satisfaction
Perceived stress
Elderly
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Educação Física - FEF/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_CapacidadeFuncionalEstresse.pdf496,95 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons