Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4073
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A familia camponesa e o trabalho na infância: uma incursão bibliográfica
metadata.dc.creator: BRITO, Simone Nunes de
metadata.dc.contributor.advisor1: CRUZ, Carlos Renilton Freitas
Issue Date: 12-Aug-2020
Citation: BRITO, Simone Nunes de. A família camponesa e o trabalho na infância: uma incursão bibliográfica. 2020. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciado em Pedagogia) – Faculdade de Pedagogia, Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2020. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4073. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Tal estudo busca elucidar as contestações entre o trabalho dominante e o trabalho ontológico, visto que quando se retrata a evolução humana em um panorama histórico há um embate entre dominação e libertação, portanto, um corrompe o ser enquanto o outro socializa o próprio. É com essa percepção de socialização primária que a família camponesa assume a responsabilidade de educar ao inserir o trabalho ontológico em seus ofícios. Ponderando tal revisão, conclui-se que o trabalho dominador estabelece a depreciação da realidade e o estranhamento entre os indivíduos, diferentemente do trabalho formador na infância, o qual possui capacidade de socializar e educar a criança, mas também prepará-la para uma realidade reconhecida. Esta pesquisa baseou-se no cálculo exemplar qualitativo, o qual foi realizado a partir de uma revisão bibliográfica, característico de uma pesquisa descritiva.
Abstract: This study seeks to elucidate the disputes between dominant work and ontological work, since when human evolution is portrayed in a historical panorama there is a clash between domination and liberation, therefore, one corrupts the being while the other socializes one's own. It is with this perception of primary socialization that the peasant family assumes the responsibility of educating by inserting ontological work in their offices. Considering this review, it is concluded that the domineering work establishes the depreciation of reality and the strangeness among individuals, unlike the formation work in childhood, which has the capacity to socialize and educate the child, but also prepare it for a recognized reality. This research was based on the qualitative exemplary calculation, which was carried out from a bibliographic review, characteristic of a descriptive research.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Keywords: Trabalho
Crianças do campo
Educação
Work
Rural children
Education
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível via internet no e-mail: bibufpacastanhal@gmail.com
Appears in Collections:Faculdade de Pedagogia - FAPED/CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_FamiliaCamponesaTrabalho.pdf563,86 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons