Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4063
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em horizonte antrópico (Terra Preta de Índio) em Altamira - Pará
metadata.dc.creator: FERREIRA, Amanda Estefânia de Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: SOUZA, Simão Lindoso de
Issue Date: 2010
Citation: FERREIRA, Amanda Estefânia de Melo. Ocorrência de fungos micorrízicos arbusculares em horizonte antrópico (Terra Preta de Índio) em Altamira - Pará. Orientador: Simão Lindoso de Souza. 2010. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Agronômica) - Faculdade de Engenharia Agronômica, Campus Universitário de Altamira, Universidade Federal do Pará, Altamira, 2010. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4063. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Terra Preta de Índio (TPI) é uma unidade de solo de origem antrópica existente na Amazônia caracterizada por apresentar elevada fertilidade e capacidade de retenção de nutrientes, provavelmente devido ao manejo de restos orgânicos e do fogo utilizado por povos indígenas. A maioria dos estudos realizados com TPI está voltada aos aspectos geológicos e antropológicos, sendo os aspectos biológicos, como a diversidade microbiana ainda pouco conhecidos ou divulgados. Dos microrganismos existentes no solo, os Fungos Micorrizicos Arbusculares (FMAs) destacam-se por estabelecer associações simbióticas com maioria das raízes das plantas. Neste sentido o presente trabalho objetivou estudar o comportamento das populações de FMAs nesses ambientes, por meio do estudo da diversidade, densidade de esporos e a taxa de colonização das raízes, em áreas com diferentes coberturas vegetais. O estudo foi realizado em três sitios arqueológicos em Altamira, PA. Os sítios foram denominados por sítio 1, sítio 2 e sítio 3 com coberturas vegetais: capoeira em TPI e pastagem nos solos adjacentes para os sítios 1 e 2, e capoeira na TPI e adjacente para o sítio 3. Os sítios apresentaram horizonte antrópico com profundidade entre 20,6 e 26,7 cm. As análises químicas para pH, P, Matéria Orgânica e Carbono Orgânico, mostraram maiores teores destes elementos nas TPI do que em solos adjacentes. Foram identificados onze morfotipos de FMAs, com dominância do gênero Glomus, presente em 80% das amostras analisadas. Apesar da quantidade de morfotipos encontrados em TPI e adjacentes (T) serem as mesmas, os morfotipos identificados entre as amostras dos mesmos sítios foram diferentes. A densidade de esporos foi maior nos solos adjacentes do que em amostras de TPI. Para essas últimas, quanto maior o teor de C orgânico, maior foi a densidade de FMAs. A colonização radicular esteve diretamente ligada à cobertura vegetal, maiores taxas foram encontradas em áreas de pastagem.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
Keywords: Micorrízas
Diversidade
Terra Preta de Índio
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibaltamira@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Agronômica - FEA/CALTA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_OcorrenciaFungosMicorrizicos.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons