Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4057
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Fungos queratinofílicos em praias do município de Barcarena, Pará
metadata.dc.creator: BRANDÃO, Nailene Moraes
metadata.dc.contributor.advisor1: COSTA, Solange do Perpétuo Socorro Evangelista Costa
Issue Date: 15-Feb-2022
Citation: BRANDÃO, Nailene Moraes. Fungos queratinofílicos em praias do município de Barcarena, Pará. Orientadora: Solange do Perpétuo Socorro Evangelista Costa. 2022. 30 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciado em Ciências Biológicas) – Faculdade de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Pará, Belém, 2022. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4057. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O solo é um importante reservatório de fungos, dentre os quais, os fungos queratinofílicos que possuem a capacidade de degradar queratina. Algumas espécies de fungos queratinofílicos são capazes de causar doenças no ser humano, entre os quais se destacam os fungos dermatófitos, responsáveis por causarem lesões cutâneas em vários sítios anatômicos, como a pele, pelos e unhas. Nos últimos anos, com o aumento da incidência de doenças associadas a fungos queratinofílicos (dermatófitos e não dermatófitos) adquiridas em áreas de recreação como praças, parques e praias, tem levantado a preocupação de pesquisadores e autoridades em relação à contaminação do solo desses locais. Neste sentido, este trabalho objetivou detectar a presença de fungos queratinofílicos em praias do município de Barcarena (PA). As amostras de solo foram coletadas em quatro praias, acondicionadas em sacos estéreis e mantidos sob refrigeração até processamento. Foram selecionados doze pontos de coleta em cada praia, seis em solo seco e seis em solo úmido. Para o processamento das amostras foi utilizada a técnica de iscas, com a adição de tufos de cabelos esterilizados colocados sobre o solo contido em placas de Petri de 12 cm de diâmetro. As iscas com crescimento positivo foram transferidas para meio Ágar Sabouraud Dextrose (ASD) adicionado de cloranfenicol e extrato de levedura. As colônias desenvolvidas sobre as iscas foram isoladas e purificadas para posterior identificação do fungo isolado por meio de análise macro e microscópica com auxílio de bibliografia especializada. O estudo resultou no isolamento de 274 colônias, sendo identificados os seguintes táxons: Fusarium spp., Aspergillus spp., Penicillium spp., Trichoderma spp., Rhizopus spp. e Cladosporium sp. Dentre os isolados Fusarium, foi o mais representativo em todas as praias pesquisadas. Evidenciou-se a ocorrência de fungos queratinofílicos não dermatófitos, mas com potencial patogênico, especialmente como agentes oportunistas, podendo constituir-se em riscos à saúde dos usuários destes locais. Considerando que as praias são importantes áreas de lazer para a comunidade local, estes resultados indicam a importância do conhecimento sobre a diversidade fúngica nesses ambientes, e podem subsidiar outros estudos que visem a saúde humana e ambiental.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
Keywords: Fungos do solo
Dermatomicose
Dermatófitos
Pele - doenças
Praias de banho
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Ciências Biológicas - FCBIO/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_FungosQueratinofilicosPraias.pdf733,06 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons