Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4030
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Estrutura genética em Pristimantis latro (Anura: Craugastoridae)
metadata.dc.creator: CORNÉLIO, Gilcilene Santana
metadata.dc.contributor.advisor1: HERNÁNDEZ-RUZ, Emil José
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3593-3260
metadata.dc.contributor.advisor-co1: OLIVEIRA, Elciomar Araújo de
Issue Date: 4-Dec-2018
Citation: CORNÉLIO, Gilcilene Santana. Estrutura genética em Pristimantis latro (Anura: Craugastoridae). Orientador: Emil José Hernández-Ruz; Coorientador: Elciomar Araújo de Oliveira. 2018. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciado em Ciências Biológicas) - Campus Universitário de Altamira, Universidade Federal do Pará, Altamira, 2018. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/4030. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: Anfíbios anuros são apontados como um grupo de elevada diversidade críptica em regiões tropicais, por conta do forte conservatismo fenotípico presente entre espécies. É contrastante a presença de uma forte estruturação acompanhada de diferenciação genética entre populações. O gênero Pristimantis é o mais diverso entre todos os grupos de Vertebrados, com mais de 526 espécies. Pristimantis latro Oliveira, Rodrigues, Kaefer, Pinto and Hernández-Ruz 2017, é encontrada no leste da Amazônia, entre os rios Tapajós e Tocantins – Araguaia, ocupando assim as duas margens do rio Xingu. Até recentemente, P. latro era erroneamente identificada como P. fenestratus. Dado o pouco conhecimento sobre P. latro, utilizamos os genes mitocondriais 16S e COI para 1) avaliar padrões de estrutura genética; 2) testar se existe relação entre a distância genética e a distância geográfica entre as diferentes localidades; 3) reconstruir as relações filogenéticas entre as populações; e 4) estimar o tempo de divergência entre as localidades amostradas. Pristimantis latro apresentou forte estruturação genética entre as populações da margem esquerda e direita do rio Xingu, assim como na mesma margem. Rios recentes podem representar barreiras recentes ou semipermeáveis, como encontrado em anfíbios e squamatas no rio Tapajós. Observamos um padrão espacial de distribuição da estruturação genética similar ao proposto para a hipótese de rios como barreiras por Wallace (1849). Tal padrão tem sido encontrado por diversos estudos com diferentes vertebrados terrestres. Este padrão se assemelha aquele observado em Allobates, anuro que apresenta reprodução terrestre, similar as espécies de Pristimantis. Sua história de vida, barreira fluvial, isolamento por distância e uma elevada diversidade de habitats na Amazônia, são alguns dos fatores que foram responsáveis por propiciar essa pronunciada estruturação em P. latro
Abstract: Anuran amphibians are indicated as a group of high cryptic diversity in Tropical regions, due to the strong phenotypic conservatism present among species. The presence of a high genetic structure between populations. The Pristimantis genus is the most diverse among all Vertebrates, with more than 526 species. Pristimantis latro Oliveira, Rodrigues, Kaefer, Pinto and Hernández-Ruz 2017, is distributed in the eastern Amazon, between the Tapajós and Tocantins-Araguaia rivers, occupying two banks of the Xingu River. Not too long ago, P. latro was erroneously identified as P. fenestratu. Due to little knowledge about P. latro, we used the mitochondrial genes 16S and IOC to 1) evaluate patterns of genetic structure; 2) test the relation between the genetic and geographical distance between the locations; 3) reconstruct phylogenetic relationships among populations; and 4) Assess the time of divergence between the sampled locations. Pristimantis latro presented a strong genetic structure among the populations of the left and right banks of the Xingu River of the same margin. Recent rivers may represent recent or semi permeable barriers, as found in amphibians and squamates in the Tapajós River. Through observations, we found a spatial pattern of genetic distribution similar to that proposed as a rivers barrier hypothesis by Wallace (1849). Such pattern has been found in studies with terrestrial Vertebrates. This pattern resembles this in Allobates, anuro of terrestrial reproduction similar to the Pristimantis species. Its life history, river barrier, isolation by distance, and a high diversity of habitats in the Amazon, are some of the factors that were responsible to populate this proclaimed structuring in P. latro.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
Keywords: DNA Mitocondrial
Isolamento por distância
Rio como barreira
Terrarana
Mitochondrial DNA
Distance isolation
River barrier
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibaltamira@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Ciências Biológicas - FCB/CALTA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EstruturaGeneticaPrismantis.pdf895,44 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons