Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3916
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise da evolução do CAR e da cobertura da terra na zona do Rio Tauá, 2011-2021, Santo Antônio do Tauá (PA)
metadata.dc.creator: VIEGAS, Josimar Antônio Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: BARBOSA, Estêvão José da Silva
Issue Date: 18-Feb-2022
Citation: VIEGAS, Josimar Antônio Silva. Análise da evolução do CAR e da cobertura da terra na zona do Rio Tauá, 2011-2021, Santo Antônio do Tauá (PA). Orientador: Estêvão José da Silva Barbosa. 2022. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Tecnólogo em Geoprocessamento) – Campus Universitário de Ananindeua, Universidade Federal do Pará, Ananindeua, 2022. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3916. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O Código Florestal, publicado em 25 de maio de 2012 estabeleceu normas para a preservação da vegetação nativa em território brasileiro, trazendo consigo novos métodos de monitoramento e fiscalização, e dentre eles criou o Cadastro Ambiental Rural (CAR), com o objetivo de reunir informações de propriedades e posses rurais em meio eletrônico, fomentando uma base de dados nacional para ampliar a fiscalização ambiental .O presente trabalho tem por objetivo fazer uma análise do Cadastro Ambiental Rural do Pará, nos anos de 2011 a 2021, através de ferramentas de geoprocessamento na Zona do Rio Tauá, localizada no município de Santo Antônio do Tauá (PA). A partir dos objetivos específicos pretende-se fazer um diagnóstico do quantitativo de cadastros realizados até o ano de 2021, classificando-os quanto a sua situação no Sistema de Cadastro Ambiental Rural do Pará (SICAR/PA), demonstrar o tipo de propriedade rural considerando a Lei de Reforma agrária, além de realizar classificação de uso e cobertura da terra para identificar informações ambientais das propriedades ou posses rurais tais como remanescentes de vegetação nativa, Áreas de Preservação Permanente (APPs), Áreas consolidadas, Áreas de Reserva Legal (ARLs), áreas de servidão ambiental e áreas não consolidadas. Para a realização desta análise foram dispostas bases de dados cartográficos referentes aos imóveis rurais do município, adquiridas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS/PA) em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (EMATER/PA). Por meio dos Sistemas de Informações Geográficas em software livre, as bases foram comparadas as imagens da coleção 6 de mapas anuais sobre uso e cobertura da terra do projeto MapBiomas, mosaicos provenientes da série de satélites Landsat dos anos 2010 e 2020 para identificar supressão ou avanço da vegetação nativa nos imóveis rurais com CAR. Constatou-se a presença predominante de imóveis com a situação ativa no SICAR/PA além da prevalência de minifúndios, ou seja, imóveis rurais com menos de um módulo fiscal. Observou-se que houve supressão geral da vegetação nativa na área de estudo apresentando, em 2020, 51,63% da área preservada, enquanto em 2010 eram 54, 78%. Do mesmo modo ocorreu o crescimento em áreas de pastagem, as quais em 2010 ocorriam em 42,38% para 43,99% no ano de 2020.
Abstract: The Forest Code published on May 25th, 2012 established norms for the preservation of native vegetation in the Brazilian territory bringing with it new monitoring and inspection methods and the Rural Environmental Registry (CAR) was created to gather information from rural properties and possessions in an electronic platform, promoting a national database to expand environmental inspection. This study aims to analyze the Rural Environmental Registry of Pará (CAR/PA) in an period of ten years in 2011 and 2021 using geoprocessing tools in the Rio Tauá Zone, located in the municipality of Santo Antônio do Tauá/PA. Based on the specific objectives it is intended to make a number diagnosis of registrations carried out until the year 2021, classifying them according to their status in the Rural Environmental Registration System of Pará (SICAR/PA), demonstrating the type of rural property considering the Agrarian Reform Law, in addition to classifying land use and land cover to identify environmental information on rural properties or possessions such as remnants of native vegetation, Permanent Preservation Areas (APPs), Consolidated Areas, Legal Reserve Areas (ARLs) , environmental easement areas and unconsolidated areas. To carry out this analysis, cartographic databases referring to rural properties in the municipality were arranged, acquired from the State Secretary for the Environment and Sustainability (SEMAS/PA) in partnership with the Technical Assistance and Rural Extension Company of Pará (EMATER/PA). Using the Geographic Information Systems in open source software, the bases were compared to the images of the collection 6 of annual maps on land use and cover from MapBiomas project, mosaics from the Landsat satellite series from 2010 and 2020 to identify suppression or the spread of native vegetation in rural properties with CAR. The predominant presence of properties in an active status in SICAR/PA was verified in addition to the prevalence of smallholdings, that are rural properties with less than one fiscal module. It was observed that there was suppression of native vegetation in the study area, presenting in 2020 51.63% of the preserved area, while in 2010 they were 54.78%. In the same way, there was growth in pasture areas, which in 2010 occurred from 42.38% to 43.99% in 2020.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
Keywords: Geoprocessamento
Áreas rurais
CAR
Geoprocessing
Rural areas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: Sagitta
Appears in Collections:Curso de Geoprocessamento - CANAN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnáliseEvoluçãoCAR.pdf2,49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons