Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3801
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Uso de fitorreguladores no enraizamento de diferentes tipos de estacas de malpighia emarginata D. C.
metadata.dc.creator: SILVA, Ruan Chaves da
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, José Wilson Pereira da
Issue Date: 18-Jun-2018
Citation: SILVA, Ruan Chaves da. Uso de fitorreguladores no enraizamento de diferentes tipos de estacas de malpighia emarginata D. C.. Orientador: José Wilson Pereira da Silva. 2018. 27 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Agronômica) - Faculdade de Engenharia Agronômica, Campus Universitário de Altamira, Universidade Federal do Pará, Altamira, 2018. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3801. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A fruticultura moderna baseia-se na utilização de métodos propagativos, cujo emprego possibilita o cultivo de inúmeras espécies de fruteiras nos mais diversos climas e regiões. A utilização decorrente da propagação sexuada é um dos principais problemas que a cultura da aceroleira, espécie de significativa importância econômica e nutricional, apresenta, refletindo na falta de homogeneidade das plantas, comprometendo a produção. Neste sentido, o trabalho teve como objetivo avaliar a propagação de diferentes tipos de estacas (herbáceas, semi-lenhosas e lenhosas) através do método da estaquia, testando-se diferentes indutores (Testemunha, AIB 3000ppm, 4000ppm, 6000ppm e Vitamina B1). As estacas foram tratadas imergindo suas bases nos indutores contendo AIB até estarem envoltas pelo talco, já na solução aquosa de vitamina B1 submergiu-as por 24 horas. Em seguida colocadas em tubetes de 53 cm³, em substrato areia + palha de arroz carbonizada na proporção 1:1. O experimento foi conduzido com três repetições e oito estacas por parcela, mantidos em casa de vegetação. Aos 75 dias de enraizamento avaliou-se o índice de sobrevivência, porcentagem de enraizamento e brotação, comprimento médio das três maiores raízes, número de brotação, massa seca total da parte aérea e da raiz. Os indutores AIB 3000ppm e 6000ppm apresentaram os melhores resultados.
Abstract: Modern fruit-growing is based on the use of propagation methods, the employment of which makes it possible to cultivate numerous species of fruit trees in the most diverse climates and regions. The use of sex propagation is one of the main problems that the cultivation of acerola, a species of significant economic and nutritional importance, presents, reflecting the lack of homogeneity of the plants, compromising the production. In this sense, the objective of this work was to evaluate the propagation of different types of cuttings (herbaceous, semi-woody and woody) by means of the cutting method, by testing different inductors (Witness, AIB 3000ppm, 4000ppm, 6000ppm and Vitamin B1). The stakes were treated by immersing their bases in the inducers containing AIB until they were encased by the talc, already submerged in the aqueous solution of vitamin B1 for 24 hours. Then placed in tubes of 53 cm³, in substrate sand + straw of charred rice in the proportion 1: 1. The experiment was conducted with three replicates and eight cuttings per plot, kept in a greenhouse. At 75 days of rooting the survival rate, rooting and sprouting percentage, average length of the three largest roots, sprout number, total shoot and root dry mass were evaluated. AIB 3000ppm and 6000ppm inductors showed the best results.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Keywords: estaquia
propagação
auxina
hormônio
cutting
propagation
auxin
hormone
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibaltamira@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Agronômica - FEA/CALTA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_UsoFitorreguladoresEnraizamento.pdf593,75 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons