Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3569
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: O corpo - Encruzilhada
Other Titles: The Body - Crossroads
metadata.dc.creator: TEIXEIRA, Joan Pablo Pina
metadata.dc.contributor.advisor1: SANTOS, Adriana Maria Cruz dos
Issue Date: 22-May-2017
Citation: Teixeira, Joan Pablo Pina. O corpo-encruzilhada. Orientadora: Adriana Maria Cruz dos Santos. 2017. 53 f. Trabalho Conclusão de Curso (Graduação em Teatro) - Escola de Teatro Dança, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em:. Acesso:.
metadata.dc.description.resumo: O Corpo-Encruzilhada é uma pesquisa sobre o processo criativo de mesmo nome, que em forma de rito cênico musical homenageia Exu e o Povo da Rua, projeto que surge a partir de práticas voltadas para a teoria queer e travestismo na rua, e o subsequente contato com a medicina da floresta, especificamente com o uso feito dentro da sincrética doutrina do Santo Daime em Belém do Pará desde 2015, e consequentemente a licença e a busca pela prática e filosofia afro-religiosa em um terreiro de Candomblé de Angola, o Rundembo Gunzo de Bamburucema Mameto de Inkissi Muagilê Oto Torodê em 2016. A organização de meu trajeto enquanto sujeito-pesquisador dá-se através de uma técnica metodológica de pesquisa que lança a imagem-força da encruzilhada como estratégia de investigação usada com o intuito de desvelar e compreender as máscaras do sujeito-pesquisador dividindo o corpo em três vias de uma encruzilhada: o corpo ancestral, o corpo político e o corpo mágico, marcado por histórias de vida e práticas dentro da arte, política e religião. A imagem da Encruzilhada também traça a grafia da metodologia de pesquisa que conta com a Etnocenologia como campo instigante para a consecução desse estudo enquanto base epistemológica, junto à correlata Auto-Etnografia, e na terceira via a Astrologia Natal que possibilita relacionar trechos do trajeto do artista-pesquisador-participante com o mapa natal, abrindo caminhos para novas formas de conceber o processo criador dentro da pesquisa em Artes.
Abstract: The Body-Crossroads is a research on the creative process of the same name, which in the form of a musical scenic rite honors Exu and the People of the Street, a project that arises from practices aimed at queer theory and transvestism in the street, and the subsequent contact with forest medicine, specifically with the use made within the syncretic doctrine of Santo Daime in Belém do Pará since 2015, and consequently the license and the search for practice and afro-religious philosophy in a temple of Candomblé of Angola, the Rundembo Gunzo de Bamburucema Mameto de Inkissi Muagile Oto Torodê in 2016. The organization of my path as subject-researcher occurs through a methodological technique of research that launches the image-force of the crossroads as a research strategy used with the intention of unveiling and understanding the masks of the subject-researcher dividing the body into three ways of a crossroads: the ancestral body, the political body and the magical body, marked by life stories and practices within art, politics and religion. The image of Encruzilhada also traces the spelling of the research methodology that counts on the Ethnoscenology as an instigating field for the accomplishment of this study as an epistemological basis, along with the correlation Auto-Ethnography, and in the third way Natal Astrology that allows to relate sections of the path of the artist-researcher-participant with the natal chart, opening the way to new forms of conceiving the creative process within the research in Arts.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::TEATRO
Keywords: Astrologia
Auto - Etnografia
Etnocenologia
Corpo - Ritual
Astrology
Self - Ethnography
Ethnocenology
Body - Ritual
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Curso de Teatro - ETDUFPA/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_CorpoEncruzilhada.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons