Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3545
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise da superfície foliar, como ferramenta para o agrupamento de espécies florestais amazônicas
metadata.dc.creator: SILVA, Kerciane Pedro da
metadata.dc.contributor.advisor1: REIS, Alisson Rodrigo Souza
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7182-4814
Issue Date: 12-Dec-2019
Citation: SILVA, Kerciane Pedro da. Análise da superfície foliar, como ferramenta para o agrupamento de espécies florestais amazônicas. Orientador: Alisson Rodrigo Souza Reis. 2019. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal) - Faculdade de Engenharia Florestal, Universidade Federal do Pará, Altamira, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3545. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se descrever e sistematizar a epiderme foliar de 10 espécies florestais amazônicas, como ferramentas para auxiliar a taxonomia e contribuindo com o conhecimento técnico-científico. Para isso realizou-se técnicas usuais em anatomia vegetal, para observação, além da largura, comprimento e frequência dos estômatos e submetidos a estatística, aplicando: o teste de Tukey, ANOVA, Analise de agrupamento e Análise de Componentes Principais. Observou-se que a epiderme adaxial e abaxial apresenta células heterodimencionais, com forma e tamanho variados, arredondadas e sinuosas, em todas as espécies estudadas os estômatos são anomocíticos e somente a Spondias mombin é anfiestomatica. As espécies Dipteryx odorata e Virola surinamensis podem ser facilmente identificadas devido sua ornamentação da célula guarda, as espécies Alexa grandiflora e Lecythis lurida apresentam estruturas semelhantes dificultando a identificação. Os tricomas apresentaram formas variadas, sendo estes o melhor parâmetro para identificação e distinção.
Abstract: The objective was to describe and systematize the leaf epidermis of 10 Amazonian forest species as tools to help the taxonomy and contributing to the technical-scientific knowledge. For this, the usual techniques in plant anatomy were performed to observe, besides the stomata width, length and frequency and submitted to statistics, applying: Tukey test, ANOVA, Cluster Analysis and Principal Component Analysis. It was observed that the adaxial and abaxial epidermis have heterodimen- tional cells, with varied shape and size, rounded and sinuous, in all studied species the stomata are anomocytic and only Spondias mombin is amphiestomatic. The species Dipteryx odorata and Virola surinamensis can be easily identified due to their guard cell ornamentation. The species Alexa grandiflora and Lecythis lurida have similar structures making identification difficult. The trichomes presented varied forms, being these the best parameter for identification and distinction.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::TECNOLOGIA E UTILIZACAO DE PRODUTOS FLORESTAIS::ANATOMIA E IDENTIFICACAO DE PRODUTOS FLORESTAIS
Keywords: Anatomia vegetal
Estruturas anatômicas
Identificação foliar
Plant anatomy
Anatomical structures
Leaf identification
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibaltamira@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Florestal - FEF/CALTA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseSuperficieFoliar.pdf1,38 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons