Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3523
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A pesca do Mapará (Hypophthalmus edentatus) principal atividade pesqueira da comunidade do Rio Baixo Anapu, interior do município de Igarapé-Miri
metadata.dc.creator: MACIEL, Maria Beatriz Portilho
metadata.dc.contributor.advisor1: MOURA, Gustavo Goulart Moreira
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7157-857X
Issue Date: 26-Aug-2021
Citation: MACIEL, Maria Beatriz Portilho. A pesca do Mapará (Hypophthalmus edentatus) principal atividade pesqueira da comunidade do Rio Baixo Anapu, interior do município de Igarapé-Miri. Orientador: Gustavo Goulart Moreira Moura. 2021. 38 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Etnodesenvolvimento) - Faculdade de Etnodiversidade, Universidade Federal do Pará, Altamira, 2021. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3523. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este plano de ação é uma construção de diálogos intercientíficos entre a comunidade e a Universidade, criado a partir das demandas coletivas da comunidade do rio baixo Anapu, interior do município de Igarapé-Miri. O principal objetivo é reformular junto aos pescadores do baixo Anapu os acordos de pesca do mapará, na pespectiva de amenizar conflitos e fomentar o uso coletivo, a prática sustentável e a conservação dos recursos pesqueiros. A construção deste plano de ação deu-se a partir de pesquisas realizadas durante os Tempos Comunidades (TC), discussões com os colegas e professores durante os Tempos Universidades (TU), diálogos durante a reunião com os comunitários, observações participantes e levantamentos bibliográficos. Conforme as pesquisas realizadas em minha comunidade de pertença, a pesca artesanal é a mais importante fonte de alimentação e renda para as famílias. Desde o declínio dos engenhos na região do Baixo Tocantins em 1987, o agricultor comercial que tinha a pesca como atividade de subsistência passa a ser pescador comercial e agricultor por subsistência. Porém, na década de 1980, a pesca artesanal sofre uma grave crise após a contrução da Usina Hidrelética (UHE) de Tucuruí às margens do rio Tocantins, causando a diminuição da produção do pescado, ocasionando disputas/conflitos entre ribeirinhos e pescadores, havendo a necessidade da criação dos chamados acordos de pesca, um conjunto de regras estabelecidas pela comunidade. Neste sentido, propõe-se com este plano de ação definir o uso e acesso dos recursos comuns da pesca do mapará de maneira coletiva e sustentável, como importante instrumento de Etnodesenvolvimento, reforçando a importância cultural, alimentar, geração de renda e, sobretudo, autonomia sobre seus territórios.
Abstract: This action plan is a construction of interscientific dialogues between the community and the University, created from the collective demands of the community of the Lower Anapu River, in the interior of the municipality of Igarapé-Miri. The main objective is to reformulate the Mapará fishing agreements with fishermen from the lower Anapu, with a view to alleviating conflicts and promoting collective use, sustainable practice and the conservation of fishery resources. The construction of this action plan was based on research carried out during the Times Communities (TC), discussions with colleagues and professors during the Times Universities (TU), dialogues during the meeting with community members, participant observations and bibliographic surveys. According to research carried out in my community of belonging, artisanal fishing is the most important source of food and income for families. Since the decline of plantations in the Lower Tocantins region in 1987, the commercial farmer who used fishing as a subsistence activity has become a commercial fisherman and a subsistence farmer. However, in the 1980s, artisanal fishing suffers a serious crisis after the construction of the Tucuruí Hydroelectric Power Plant (UHE) on the banks of the Tocantins River, causing a decrease in fish production, causing disputes/conflicts between riverside dwellers and fishermen. need for the creation of so-called fisheries agreements, a set of rules established by the community. In this sense, it is proposed with this action plan to define the use and access of the common resources of the Mapará fisheries in a collective and sustainable manner, as an important instrument of Ethnodevelopment, reinforcing the importance of cultural, food, income generation and, above all, autonomy over its territories.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
Keywords: Acordos de pesca
Alimentação e renda
Pesca do Mapará
Instrumento de etnodesenvolvimento
Fishing agreements
Food and income
Mapará fishing
Ethnodevelopment instrument
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibaltamira@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Etnodiversidade - CALTA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PescaMaparaPrincipal.pdf999,3 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons