Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3491
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Geocronologia U-Pb em zircão detrítico e proveniência de arenitos pré-cambrianos da região de Itupiranga-PA
metadata.dc.creator: GOMES, Rafael Neto Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: MOURA, Candido Augusto Veloso
Issue Date: 17-Feb-2020
Citation: GOMES, Rafael Neto Silva. Geocronologia U-Pb em zircão detrítico e proveniência de arenitos pré-cambrianos da região de Itupiranga-PA. Orientador: Candido Augusto Veloso Moura. 2020. 55 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2020. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3491. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Na Vila de Santa Teresinha do Tauri, Itupiranga-PA, aproximadamente a 100 km ao sul da Usina Hidrelétrica de Tucuruí ocorrem arenitos e brechas conglomeráticas polimíticas intercalados, silexficados vermelho-arroxeados. Esses depósitos foram atribuídos ao Grupo Tucuruí, correlacionados a Formação Gorotire e também ao Vulcanismo Uatumã. A localidade em questão está inserida entre o Domínio Bacajá (Paleoproterozoico) do Cráton Amazônico e o Cinturão Araguaia (Neoproterozoico). Devido a essa complexidade e falta de estudos detalhados e de dados geocronológicos sobre esses depósitos, sua contextualização dentro das grandes unidades e história geológica não podem ser corretamente inferidos. Assim, este trabalho apresenta dados de datação U-Pb zircão detrítico aliados a dados sedimentológicos e petrográficos para verificar padrões de proveniência que permitam discutir a origem e implicações desses depósitos. O perfil sedimentar descrito, às margens do Rio Tocantins, compreende as fácies arenito médio-grosso com estratificação cruzada tabular (At) e cruzada acanalada (Aa), conglomerado maciço (Gm), breacha conglomerática com estratificação cruzada tabular (Bt) e arenito médio com laminação plano-paralela horizontal (App) interpretados como relacionados a rios cascalhosos/entrelaçados dentro de um sistema aluvionar. As medidas de paleocorrente apontam tendência geral para ENE. Os arenitos e conglomerados apresentam maturidade textural e mineralógica muito baixa e são compostos por grãos de fragmentos de rochas diversos (granitos, milonitos, vulcânicas, BIF’s, quartzitos, etc), quartzo e feldspato. As idades U-Pb dos zircões detríticos analisados mostraram uma contribuição principalmente riaciana com idades em torno de 2,0-2,1 Ga com menores contribuições de sedimentos neoarqueanos a siderianos (2,5-2,4 Ga) e mesoarqueanos (em torno de 3,0 Ga). Alguns grãos de zircão apresentaram idades 207Pb/206Pb de até 1,8-1,9 Ga, mas os dados analíticos sugerem que essas idades poderiam ser um pouco mais antigas, o que permite atribuir uma idade máxima de deposição em torno de 2,0-2,1 Ga. Com base nesses dados, as rochas sedimentares de Itupiranga aqui descritas provavelmente não representam uma extensão dos depósitos do Grupo Tucuruí, como foram mapeadas anteriormente. Entretanto, são sugeridas aqui correlações com os depósitos descritos na porção nordeste da Província Mineral de Carajás e a ocorrência de bacias pull-apart de 2,1-2,0 Ga no Domínio Bacajá e adjacências relacionados a colisão transamazônica. São recomendados estudos posteriores de maior extensão e detalhe para validação desta hipótese.
Abstract: In the Santa Teresinha of Tauri Village, Itupiranga-PA, nearly 100 km to the south of Tucuruí's Hydroelectric Power Plant, occur red-purplish interspersed sandstones and polimitic conglomeratic brecchias. These successions have been attributed to the Tucuruí Group, related to the Gorotire Formation and also to the Uatumã Vulcanism. These deposits occur between the Paleoproterozoic Bacajá Domain (Amazonia Craton) and the Araguaia Belt (Neoproterozoic). The lack of detailed studies of this sedimentary succession makes it challenging to understand its geological context and to infer correlation with geologic units that occurs in this region. Therefore, this work presents U-Pb age data in detrital zircon combined with sedimentological and petrographic data to investigate provenance patterns that allow discussing the origin and geological implications of these deposits. The sedimentary facies profile described nearby the Tocantins River comprises coarse-to medium-grained sandstones planar cross-bedding (At) and trough cross-bedding (Aa), massive gravel (Gm), planar cross-bedding conglomeratic brecchia (Bt) and medium-grained sandstones with planar lamination (App). This facies association is interpreted as related to braided/gravel-bed rivers within an alluvial system. Paleocurrent measurements point to a general trend towards ENE, which indicates sources west of the current location. The sandstones and gravels have very low textural and mineralogical maturity and are composed of grains from different rock fragments (granites, mylonites, volcanic, BIF's, quartzites, etc.), quartz and feldspar. The U-Pb ages of the detrital zircons analyzed showed a mainly Rhyacian contribution with grains around 2.0-2.1 Ga with lesser contributions from Neoarchean to Siderian (2.5-2.4 Ga) and Mesoarchean (around 3.0 Ga). Few zircon grains with 207Pb/206Pb ages of 1.8-1.9 Ga may be slightly older. The geochronological data suggest a maximum depositional age probably around 2.0-2.1 Ga. Based on these data, the Itupiranga sedimentary deposits described here possibly do not represent an extension of the Tucuruí Group, as previously suggested. Correlations with the deposits described in the northeastern portion of the Carajás Mineral Province and the occurrence of 2.1-2.0 Ga pull-apart basins in the Bacajá Domain and surroundings, related to Transamazonian collision, are suggested here. However, further studies, to a greater extent, are recommended to validate this hypothesis.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Geocronologia
Zircão detrítico
Proveniência
Grupo Tucuruí
Domínio Bacajá
Geochronology
Detrital zircon
Provenance
Tucuruí Group
Bacajá Domain
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_GeocronologiaZircaoDetritico.pdf5,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons