Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3488
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Aspectos mineralógicos e de produção de halita da região de Macau, Rio Grande do Norte
metadata.dc.creator: PUTY NETO, Carlos Otávio Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1: NASCIMENTO, Rosemery da Silva
Issue Date: 9-Mar-2021
Citation: PUTY NETO, Carlos Otávio Ferreira. Aspectos mineralógicos e de produção de halita da região de Macau, Rio Grande do Norte. Orientadora: Rosemery da Silva Nascimento. 2021. 27 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2021. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3488. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A halita, comumente conhecida como sal de cozinha, é uma das mais antigas substancias utilizadas para o tratamento e conservação de alimentos, apresentando variações na sua comercialização devido ao processo de produção e características dos grãos. Para melhor entender sua formação, é necessário compreender as etapas de produção das grandes e pequenas empresas salineiras, assim como os métodos usados para a purificação deste produto. Por se tratar de um importante produto de exportação produzido na costa nordestina brasileira, se faz necessário compreender as características mineralógicas e químicas das halitas durante o processo de cristalização em lagos artificiais com analises macroscópicas e microscópicas, além de analises que permitam identificar os principais íons presentes nas suas estruturas cristalinas, no caso, a cromatografia iônica. Segundo o conceito atualizado de mineral, minerais produzidos por influência humana não são considerados naturais, levando a nomenclatura “mineral sintético”. No entanto, as halitas produzidas nos lagos artificiais nordestinos não apresentam influência direta na cristalização, resultando em um conflito entre os conceitos clássicos e modernos dentro do estudo da mineralogia. Assim, este trabalho apresenta levantamentos bibliográficos, descrições macroscópicas e microscópicas, e analises de cromatografia iônica para identificar substancias químicos presentes nas estruturas de amostras de halita retiradas de cristalizadores da região do Município de Macau-RN, com o objetivo de classificar o tipo de sal, entender as fases do processo de produção e avançar no conhecimento de minerais sintéticos industriais como halita produzida em salinas. A halita coletada na região de Macau – RN é equivalente ao sal marinho comercializado como “flor de sal”. Um sal sem refinamento que é cristalizado em pequenas camadas em lagos artificias e apresenta principal composição de cloreto de sódio, cloreto de potássio, magnésio, cálcio, ferro e manganês.
Abstract: Halite, commonly known as table salt, is one of the oldest substances used for the treatment and conservation of food, with variations in its commercialization due to the production process and characteristics of the grains. To better understand their formation, it is necessary to understand the production stages of large and small saline companies, as well as the methods used to purify this product. As it is an important export product produced on the Brazilian northeastern coast, it is necessary to understand the mineralogical and chemical characteristics of halites during the crystallization process in artificial lakes with macroscopic and microscopic analyzes, in addition to analyzes that allow the identification of the main ions present in its crystalline structures, in this case, ion chromatography. According to the updated concept of mineral, minerals produced by human influence are not considered natural, leading to the nomenclature “synthetic mineral”. However, the halites produced in the northeastern artificial lakes have no direct influence on crystallization, resulting in a conflict between classical and modern concepts within the study of mineralogy. Thus, this work presents bibliographic surveys, macroscopic and microscopic descriptions, and ion chromatography analyzes to identify chemical substances present in the structures of halite samples taken from crystallizers in the region of the Municipality of Macau-RN, in order to classify the type of salt , understand the stages of the production process and advance in the knowledge of synthetic industrial minerals such as halite produced in salt pans. The halite collected in the region of Macau - RN is equivalent to sea salt marketed as “salt flower”. An unrefined salt that is crystallized in small layers in artificial lakes and has the main composition of sodium chloride, potassium chloride, magnesium, calcium, iron and manganese.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Halita sintética
Cromatografia iônica
Salinas
Synthetic halite
Ion chromatography
Saline
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AspectosMineralogicosProducao.pdf2,01 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons