Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3457
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Perfil clínico e epidemiológico de infecção sistêmica neonatal por Candida spp em um hospital materno infantil de Belém no ano de 2016
metadata.dc.creator: DIAS, Diana Matos
PEREIRA, Maria Laura Esteves Mascarenhas
metadata.dc.contributor.advisor1: BRILHANTE, Vânia Cristina Ribeiro
Issue Date: May-2019
Citation: DIAS, Diana Matos; PEREIRA, Maria Laura Esteves Mascarenhas. Perfil clínico e epidemiológico de infecção sistêmica neonatal por Candida SPP em um hospital materno infantil de Belém no ano de 2016. Orientadora: Vânia Cristina Ribeiro Brilhante. 2019. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Medicina) – Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3457. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: As infecções fúngicas sistêmicas por Candida spp em recém-nascidos configuram relevante causa de sepse em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), revelando, assim, ao longo das últimas décadas, consideráveis índices de mortalidade em centros de saúde em nível global. O objetivo deste trabalho foi avaliar os aspectos clínicos e epidemiológicos de tal infecção na população neonatal assistida por um Hospital Materno Infantil em Belém, no ano de 2016. Foi um estudo descritivo, transversal, retrospectivo, a partir da análise de prontuários de pacientes admitidos, entre janeiro e dezembro do mesmo ano, na UTIN da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMPA), considerando como critério de elegibilidade pacientes neonatos internados neste período os quais estivessem classificados como cultura positiva para Candida spp no banco de dados da Central de Controle de Infecções Hospitalares da FSCMPA. Foram inclusos dados de 68 casos de candidemia e identificou-se 40% dos pacientes com infecção por Candida parapsilosis, 39% por Candida quilliermondii, 17% Candida albicans, 3% com Candida haemulonii, e 1% por Candida spp. O estudo demonstrou, em relação ao neonato, como principais fatores de risco o muito baixo peso (35%) e a prematuridade (76%). As manifestações clínicas mais frequentes identificadas e comuns aos neonatos do estudo foram instabilidade hemodinâmica (53%), instabilidade térmica (49%) e letargia (47%), contudo, a mais prevalente foi a deterioração respiratória, presente em 88% dos casos. Outras manifestações também foram identificadas, como apneia, bradicardia, hiperglicemia, hipotensão e distensão abdominal, porém em proporção não tão similar. Entre os fatores de risco relacionados à assistência ao recém-nascido, foram identificados em 94% dos casos terapia antimicrobiana de amplo espectro, o uso da ventilação mecânica, o uso de cateter venoso central e a nutrição parenteral prolongada; 31% dos neonatos estudados passaram por algum procedimento cirúrgico e 18% fizeram farmacoterapia com corticoides. A variação nas espécies de Candida spp bem como a inespecificidade dos sintomas clínicos da candidíase neonatal dificultam o diagnóstico de tal infecção e, consequentemente, a instituição de uma terapia precoce adequada, de forma que este estudo reforça a importância de que sejam avaliados os fatores de risco predisponentes às infecções fúngicas na população neonatal dentro do ambiente hospitalar, para que se possa aprimorar os manejos necessários aos recém-nascidos em centros de saúde com altos índices de candidemia.
Abstract: The systemic fungal infections by Candida spp in neonate is the relevant cause of sepsis at Neonatal Intensive Care Unit (NICU), leading in the past recent decades to a considerable mortality rate in healthcare centers at a global level. The main goal of this study is to evaluate clinic and epidemiologic aspects of this infection in the neonatal population who receive medical assistance from a Hospital Materno Infantil in Belém, during the year of 2016. This is a descriptive, transversal and retrospective study that analyses patient records in the period from January and December of the mentioned year at the NICU of Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMPA) considering as eligibility criteria newborn patients admitted in this period who were classified with positive culture of Candida spp in the data base of Hospital Infection Control Committee of FSCMPA. It was included data from 68 cases of candidemia in which 40% of the patients were identified with infection by Candida parapsilosis, 39% by Candida quilliermondii, 17% Candida albicans, 3% with Candida haemulonii, and 1% by Candida spp. The study has shown that the main risk factors, considering the neonate, are the very low weight (35%) and the prematurity (76%). The most frequent clinic sign identified and common to the newborns studied were the hemodynamic instability of (53%), thermal instability (49%) and lethargy (47%), however, the most prevalent one was the respiratory deterioration which was seen in 88% of the cases. Other signs were also found such as apnea, bradycardia, hyperglycemia, hypotension and abdominal distention, but not in similar proportion. Among the risk factors related to the medical assistance to the newborn were identified 94% of the cases with wide range therapy of antimicrobial, the use of mechanical ventilation, the use of central venous catheter, and extended parenteral nutrition; 31% of the neonate studied had been through some type of surgical procedure and 18% were treated with corticoids. The variation of Candida spp species as well the imprecision of the clinical symptoms of the neonatal candidiasis make difficult to diagnose this infection and therefore the early adequate therapy, for this reason the study reinforce the importance of the evaluation of the risk factors predisposing to fungal infections in neonate in the hospital environment in order to improve the necessary handling with the newborns in the health care centers with high rate of candidemia.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::SAUDE MATERNO-INFANTIL
Keywords: Candidemia
Neonatos
Epidemiologia
Perfil clínico
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibsaude@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Medicina - FAMED/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PerfilClinicoEpidemiologico.pdf663,29 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons