Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3414
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Artigo
Title: Correlação entre postura, capacidade funcional e equilíbrio em idosos
metadata.dc.creator: BARBOSA, Juliene Corrêa
MORAES, Márcia Gabriele de Brito
metadata.dc.contributor.advisor1: MAGALHÃES, Mauricio Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7857-021X
Issue Date: 27-Nov-2020
Citation: BARBOSA, Juliene Corrêa; MORAES, Márcia Gabriele de Brito. Correlação entre postura, capacidade funcional e equilíbrio em idosos. Orientador: Mauricio Oliveira Magalhães. 2020. 28 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharel em Fisioterapia) – Faculdade de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2020. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3414. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: 1 RESUMO 2 Introdução e objetivo: O processo de envelhecimento é caracterizado por um conjunto de 3 alterações morfológicas, fisiológicas, bioquímicas e psicológicas. Devido a essas 4 alterações, os indivíduos podem apresentar alterações posturais e perda progressiva da 5 capacidade funcional e equilíbrio, favorecendo o risco de quedas nessa população. As 6 associações entre tais variáveis ainda não são claras. O objetivo deste estudo foi investigar 7 associações entre alterações posturais, capacidade funcional e equilíbrio em idosos. 8 Métodos: Um total de 41 idosos da comunidade foram avaliados. Para análise das variáveis 9 foi utilizado o software de avaliação postural por fotogrametria (SAPO); para avaliação do 10 equilíbrio foi utilizado o Mini-Balance Evaluation Systems Test (mini-BESTest) e para 11 capacidade funcional ao exercício foi utilizado o Six-minute Walk Test (6MWT) e o Timed 12 Up and Go (TUG). A associação foi analisada pelo teste de regressão linear. A análise 13 estatística foi realizada utilizando o Statistical Package for the Social Sciences Version 20 14 (SPSS IBM Corp, NY, USA), com o nível de significância adotado de p < 0.05 (bicaudal). 15 Resultados e discussão: Na regressão linear, a capacidade aeróbica ([β]= 0.375, 95% 16 [CI]= [0.005, 0.043]), agilidade ([β]= -0.324, [CI]= [-0.903, -0.026]), alinhamento 17 horizontal da pelve ([β]= 0.322, [CI]= [0.032, 1.358]), ângulo de perna/retropé esquerdo 18 ([β]= -0.332, [CI]= [-0.946, -0.039]) e anteriorização da cabeça ([β]= 0.364, [CI]= [0.009, 19 0.101]) foram associadas as alterações no equilíbrio. Os resultados são importantes porque 20 demonstram fatores que pioram o equilíbrio em idosos e orientam profissionais capacitados 21 para atuarem de forma adequada na prática de exercícios físicos para essa população. 22 Conclusões: A piora no alinhamento pélvico, ângulo perna/retropé esquerdo, 23 anteriorização da cabeça, agilidade e capacidade aeróbica podem estar associadas as 24 alterações no equilíbrio em idosos com mais de 60 anos de idade.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Keywords: Envelhecimento
Idoso
Quedas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibsaude@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - FFTO/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_CorrelacaoPosturaCapacidade.pdf609,18 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons