Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3406
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Discussão sobre hidratos de gás e a possibilidade de ocorrências na Bacia da Foz do Amazonas
metadata.dc.creator: MONTEIRO, Nicole Moutinho
metadata.dc.contributor.advisor1: LUCZYNSKI, Estanislau
Issue Date: 8-Nov-2019
Citation: MONTEIRO, Nicole Moutinho. Discussão sobre hidratos de gás e a possibilidade de ocorrências na Bacia da Foz do Amazonas. Orientador: Estanislau Luczynski. 2019. 36 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) - Faculdade de Geofísica, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3406. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Os hidratos de gás (HG) são uma fonte de hidrocarbonetos com potencial para exploração futura. O armazenamento de gás natural (principalmente metano), em forma de cela (clatrato), mostra volume com interesse de aproveitamento: 1 m3 de hidratos (em condições de temperatura e pressão ideais) saturados tem 164 m3 de gás metano equivalente. Esses números conferem aos hidratos as maiores reservas dentre os recursos fósseis conhecidos, desde a descoberta dos mesmos na Sibéria, na década de 1960. No contexto presente, um dos principais focos da pesquisa é a busca por técnicas de melhor extração e transporte dos hidratos, em parte devido aos custos elevados de extração e os potencias impactos ambientais. Perante isso, a realização de estudos geofísicos aliados à geologia é de grande importância para estimar as reservas. Projetos ocorrem no mundo todo em busca da extração comercial de hidratos de gás sempre levando em conta as informações geológicas e geofísicas, inclusive àquelas relacionadas a ocorrência de hidratos em território brasileiro. Presentemente, há poucos levantamentos relacionados aos hidratos no Brasil apesar dos recursos promissores na Bacia de Pelotas e na Bacia da Foz do Amazonas, essa última foco do presente trabalho a qual conta com, aproximadamente, 13 trilhões de m3 de gás em superfície comparados com as reservas (totais) brasileiras de 696 bilhões de m3 presentes nos clatratos. Estudos geofísicos e geológicos realizados na Bacia da Foz do Amazonas detectaram ocorrências de hidratos de gás na porção conhecida como Cone (ou Leque) do Amazonas. Essas ocorrências foram localizadas a partir de características distintas como o BSR (Bottom Seismic Reflection) e identificação de falhas/fraturas, que são rotas de migração de fluídos. Apesar da importância dessa descoberta para a Amazônia, ainda há necessidade de mais estudos a respeito. Diante disso, busca-se aprofundar as pesquisas na área, levando em conta o potencial gasífero, porém sem esquecer as questões ambientais, econômicas e exploratórias.
Abstract: Gas hydrates (HG) are a source of hydrocarbons with potential for future exploration. The storage of natural gas (mainly methane), in the form of cell (clathrate), shows volume of interest: 1 m3 of saturated hydrates (under ideal temperature and pressure) has 164 m3 of equivalent methane gas. These numbers point to hydrates as the largest reserves of known fossil resources since their discovery in Siberia in the 1960s. In the present context, one of the main focuses of the research is the to develop and improve hydrate extraction and also their transport techniques, partly due to the high extraction costs and the potential environmental impacts. Given this, geophysical studies combined with geology are of great importance for reserves feasibility. Projects occur around the world in search of economical extraction of gas hydrates, however taking into account geological and geophysical information, including those related to the occurrence of hydrates in Brazilian territory. Currently, there are a few hydrate-related surveys in Brazil despite promising resources at Pelotas and Foz do Amazonas Basins, the latter one is the focus of this paper. Such basin has approximately 13 trillion m3 of in situ gas compared to Brazilian reserves (total) of 696 billion m3 present in clathrates. Geophysical and geological studies conducted in the Foz do Amazonas Basin have detected occurrences of gas hydrates at region known as the Cone (or Fan) of the Amazon. These occurrences were located by very distinct characteristics such as BSR (Bottom Seismic Reflection) and fault’s (or fracture’s) identification, which are fluid migration routes. Despite the importance of this discovery for the Amazon Region, further studies are still needed. Given this, it is necessary more research in the area, taking into account the gas potential, but without forgetting the environmental, economic and exploratory issues.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA
Keywords: Geofísica
Hidratos de gás
Bacia da Foz do Amazonas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geofísica - FAGEOF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - DiscussaoiHdratosGas.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons