Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3344
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Desenhando a arqueologia amazônica: de caco a espetáculo e o “modesto museozinho” de Tom Wildi
metadata.dc.creator: PINHEIRO, Carolyn Santiago
metadata.dc.contributor.advisor1: LINHARES, Anna Maria Alves
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7548-9259
Issue Date: 14-Apr-2021
Citation: PINHEIRO, Carolyn Santiago. Desenhando a arqueologia amazônica: de caco a espetáculo e o “modesto museozinho” de Tom Wildi. Orientadora: Anna Maria Alves Linhares. 2021. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em História) – Campus Universitário de Ananindeua, Universidade Federal do Pará, Ananindeua, 2021. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3344. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Esse estudo objetivou a criação de um material didático sobre ensino patrimonial, tendo em vista que a educação patrimonial colabora com a formação da identidade e identificação com o patrimônio. E para além de gerar uma identidade com os grandes monumentos que trazem uma memória da elite, se faz necessário ensinar sobre o patrimônio de uma minoria que ainda é pouco valorizado – no caso deste trabalho os indígenas Marajoara. A partir disso, o presente trabalho produziu como produto uma história em quadrinho acerca da cerâmica marajoara, tendo como fonte o diário de Tom Wildi – arquiteto suíço e arqueólogo amador, veio para o Brasil e esteve várias vezes na ilha do Marajó para realizar a coleta dos objetos marajoara para ser utilizada como material didático por escola do ensino público e privado. Os registros de campos de Tom Wildi, como fotografias, cartas, anotações pessoais foram analisadas para que junto com o levantamento bibliográfico feito acerca da educação patrimonial e história em quadrinho, fosse produzido esse material didático, que posteriormente foi aplicado em sala de aula. Obtendo um resultado satisfatório dessa aplicação, e abrindo outras possibilidades para o uso desse material em sala de aula.
Abstract: This study aimed to create a didactic material on heritage teaching, considering that heritage education collaborates with identity formation and identification with heritage. And in addition to generating an identity with the great monuments that bring a memory of the elite, it is necessary to teach about the hereditament of a minority that is still of little value - in this work, specifically the Marajoara indigenous people. Based on this, the present work produced a comic story about Marajoara ceramics as a product, based on the diary of Tom Wildi - Swiss architect and amateur archaeologist who came to Brazil and visited the island of Marajó several times to collect Marajoara objects to be used as didactic material by public and private schools. Tom Wildi's field records, such as photographs, letters, personal notes, were analyzed so that along with the bibliographical survey done on heritage education and comic book history, this didactic material was produced, which was later applied in the classroom. Obtaining a satisfactory result from this application and opening up other possibilities for the use of this material in the classroom.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL::HISTORIA REGIONAL DO BRASIL
Keywords: Educação patrimonial
História em quadrinhos
Cerâmica marajoara
Diário de Tom Wildi
Ensino de História
Heritage education
Comic
Marajoara pottery
Tom Wildi's diary
History teaching
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Curso de História - CANAN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_DesenhandoArqueologiaAmazonica.pdf3,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons