Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3324
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: As estratégias sociais e econômicas da agricultura familiar: o caso da cooperativa de fruticultores de Abaetetuba – Cofruta - PA
metadata.dc.creator: ABREU, Eliane dos Santos de
metadata.dc.contributor.advisor1: ALEXANDRE, Magda Franciane Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor-co1: BARBOSA, Mayane de Souza
Issue Date: 11-Dec-2019
Citation: ABREU, Eliane dos Santos de. As estratégias sociais e econômicas da agricultura familiar: o caso da cooperativa de fruticultores de Abaetetuba – Cofruta – PA. Orientadora: Magda Franciane Nascimento Alexandre; Coorientadora: Mayane de Souza Barbosa. 2019. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências Naturais) – Faculdade de Formação e Desenvolvimento do Campo, Campus Universitário de Abaetetuba, Universidade Federal do Pará, Abaetetuba, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3324. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A agricultura familiar vem com o passar dos anos buscando novas estratégias socioeconômicas para se reproduzir, o que levou a criação de novas formas organizativas como as cooperativas. O presente trabalho objetiva analisar as estratégias sociais e econômicas da agricultura familiar através da Cooperativa de Fruticultores de Abaetetuba no estado do Pará. Utilizou-se como metodologia a pesquisa bibliográfica e pesquisa de campo, realizada com a aplicação de 21 questionários semiestruturados aos cooperados. A agricultura familiar por meio da COFRUTA desenvolveu nove estratégias socioeconômicas e culturais para sua sustentação e bem estar. O cooperativismo é apresentado como um importante instrumento usado no fortalecimento da agricultura familiar possibilitando o desenvolvimento de entidades que buscam o fortalecimento do coletivo e a manutenção do camponês mediante resistência as desigualdades e invisibilidades geradas por uma sociedade capitalista.
Abstract: Family farming has been over the years seeking new socioeconomic strategies to reproduce, which led to the creation of new organizational forms such as cooperatives. The present work aims to analyze the social and economic strategies of family farming through the Abaetetuba Fruit Growers Cooperative in the state of Pará. The methodology used was bibliographic research and field research, carried out with the application of 21 semi-structured questionnaires to the members. Family farming through COFRUTA has developed nine socio-economic and cultural strategies for their support and well-being. Cooperativism is presented as an important instrument used in the strengthening of family farming, enabling the development of entities that seek the strengthening of the collective and the maintenance of the peasant through resistance to the inequalities and invisibilities generated by a capitalist society.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Keywords: Cooperativismo
Economia solidária
Resistência
Cooperativism
Solidarity economy
Resistance
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.rights.uri: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
Appears in Collections:Curso de Educação do Campo - CABAE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EstrategiasSociaisEconomicas.pdf1,1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons