Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3280
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Aracna Swan: espetacularidade, performance do feminino e subversão de gênero na técnica de pontas
metadata.dc.creator: MÊRCES, Cristiano Paiva
metadata.dc.contributor.advisor1: OLIVEIRA, Maria Ana Azevedo de
Issue Date: 13-Dec-2018
Citation: MERCÊS, Cristiano Paiva. Aracna Swan: espetacularidade, performance do feminino e subversão de gênero na técnica de pontas. Orientadora: Maria Ana Azevedo de Oliveira. 2018. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Dança) – Escola de Teatro e Dança, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3280. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa aborda a espetacularidade da drag queen e a subversão da técnica da sapatilha de pontas, que é direcionada ao feminino, no ballet clássico. Essa pesquisa tem como objetivo analisar a espetacularidade da drag queen Aracna Swan, que traz em sua visualidade e corporeidade as referências de dois animais, a aranha e o cisne, e perceber a transgressão do uso da sapatilha de pontas, compreendendo como são desempenhados os papeis de gênero no ballet, bem como apresentar exemplos de subversão da técnica clássica. Entendendo a drag queen a partir da Teoria Queer que, conforme os estudos de Judith Butler (2003), percebe a sua ambiguidade de gênero. Tendo como base teórica a Etnocenologia, a partir de Armindo Bião (2009), o estudo observa o fenômeno pelas lentes da espetacularidade, aproximando-se dos conceitos de estados alterados de corpo e consciência. A pesquisa é de base qualitativa de cunho autobiográfico. Para análise dos dados descrevo os ensaios, a elaboração e atuação nas performances por meio de fotos e vídeos, além das minhas próprias narrativas, sobre a relação pessoa e persona. E por fim, a pesquisa constatou que a drag queen é espetacular, pois organiza suas ações a fim de atrair o olhar do espectador; é um homem travestido, que se apropria da técnica da sapatilha de pontas e subverte as normas estabelecidas há tanto tempo, abrindo caminhos para novas formas de pensar/fazer dança.
Abstract: The current research approaches the drag queen spetacularity and pointe shoes technique subversion wich is restricted to feminine in classical ballet. The research objective is to analyze the drag queen Aracna Swan spetacularity, who has in her visuality and corporeity the reference of both swan and spider, to realize the transgression of pointe shoes utilization and to understand how gender roles are performed in ballet, as well as to present some ballet technique subversive exemples. Drag queen is unterstood through queer theory according to Judith Butler’s studies (2003), that percieves the drag queen gender ambiguity. This study theorical basis is Ethnoscenology, according to Bião (2009), therefore it looks at the phenomenon from spetacularity perspective, approaching concepts of altered state of body and conciousness. This is a qualitative research of autobiographical nature. In order to analyze the data, the performances’ rehearsals, preparation and action were described through photos, videos, besides my personal narratives about the connection between person and persona. Finally, the research determined drag queen as spetacular, because she organizes her actions in order to attract the viewr’s gaze; it’s a man in travesti who apropriates the pointe technique and subverts rules established long time ago, breaching to new ways to do/think dance.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::DANCA
Keywords: Balé (Dança)
Etnocenologia
Teoria Queer
Drag queen - Identidade
Ballet (Dance)
Ethnocenology
Queer theory
Drag queen - Identity
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Curso de Dança - ETDUFPA/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AracnaSwanEspetacularidade.pdf3,24 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons