Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3244
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise experimental de armadura interna para cisalhamento em vigas de concreto armado
metadata.dc.creator: ABRANTES, Jedson Henryque Corrêa
SIQUEIRA, Leticia Gabrielle dos Santos
metadata.dc.contributor.advisor1: LIMA NETO, Aarão Ferreira
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: 0000-0002-5911-1368
metadata.dc.contributor.advisor-co1: TAPAJÓS, Luamim Sales
Issue Date: 17-Jan-2016
Citation: ABRANTES, Jedson Henryque Corrêa; SIQUEIRA, Leticia Gabrielle dos Santos. Análise experimental de armadura interna para cisalhamento em vigas de concreto armado. Orientador: Aarão Ferreira Lima Neto; Coorientador: Luamim Sales Tapajós. 2016. xviii, 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Civil) - Campus Universitário de Tucuruí, Universidade Federal do Pará, Tucuruí, 2016. Disponível em: . Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O aprimoramento das técnicas construtivas vem permitindo a praticidade na execução de estruturas aliada a segurança, o conforto e a durabilidade dos membros estruturais. Assim, com o intuito de prevenir rupturas repentinas e frágeis e manter a funcionalidade das estruturas, pesquisas no ramo da resistência ao cisalhamento vêm sendo desenvolvidas, investigando novas propostas de armaduras de cisalhamento com o objetivo de conciliar resistência, eficiência e durabilidade das estruturas. Nesse contexto, este trabalho busca apresentar a análise do comportamento de armaduras internas de cisalhamento denominadas estribos W e armadura tipo conectores de aço em vigas de concreto armado, comparando-os com os resultados obtidos em relação aos estribos fechados convencionais. Para tanto, foram analisadas experimentalmente 5 vigas de concreto armado nas dimensões (500 x 210 x 2050) mm, sendo 1 viga de referências, sem armadura de cisalhamento, 1 viga com estribo fechado, 1 viga com conectores de aço e 2 vigas com estribos W, com e sem ganchos contra delaminação. O programa experimental apresenta como principais variáveis o tipo de armadura de cisalhamento e o tipo de ancoragem adotado, os quais podem ser externas e internas. São apresentados e discutidos os resultados de deslocamento vertical, deformações no concreto, armadura de flexão e armadura de cisalhamento, mapa de fissuração, carga de ruptura e modo de ruína das vigas. Os resultados obtidos mostram que a viga com estribo W, especificamente com ganchos, apresentou ganho de 36,54% de capacidade de carga em relação a viga de referência, e ainda considerável desempenho em rigidez quanto aos valores de deslocamento, deformações da armadura cisalhamento e do concreto. Todas as vigas apresentaram comportamentos similares quanto a deformação das armaduras de flexão, enquanto que o comportamento das peças foi distinto em relação as deformações obtidas no concreto, sendo que o comportamento mais rígido nesse aspecto foi observado pela viga com conectores de aço (S-3.5-0.16). Com relação as deformações da armadura de cisalhamento, o estribo W apresentou menores deformações, para o mesmo nível de carregamento, em relação as demais vigas e o estribo convencional apresentou maiores deformações, principalmente quando comparadas com as barras mais próximas ao ponto de aplicação de carga.
Abstract: The improvement of constructive techniques has allowed a practical execution combined with the safety, comfort and durability of structures. Thus, in order to prevent sudden and fragile ruptures and maintain structural functionality, research on new forms of shear reinforcement has taken place in order to connect resistance, efficiency and durability of structures. In this scenario, this study seeks to present an analysis of the behavior of unconnected shear reinforcement known as W stirrups and headed shear reinforcement assemblies in reinforced concrete beams, comparing those with the results obtained from the closed stirrups. In order to do this, 5 wide beams (500 x 210 x 2050 mm) were tested; 1 reference beam without shear reinforcement, 1 closed stirrup, 1 headed shear reinforcement and 2 wide beams with W stirrups, with and without hooks against delaminaton. The experimental program presents as main variables the type of shear reinforcement and the type of anchorage, which can be external and internal. Results of vertical displacement, strains on surface of the concrete, flexural reinforcement and shear reinforcement, crack pattern, rupture load and failure modes are presented. The results obtained indicate that W stirrups wide beams, specifically with hooks, presented a gain of 36.54% of load capacity in comparison to the reference beam, and a considerable increase in stiffness performance regarding the displacement values, the strain on the shear reinforcement and the strain on the concrete surface. All the wide beams presented similar behavior related to the strain on the flexural reinforcement, whereas they showed different behavior when compared to each other considering the strains on the concrete surface. The stiffer behavior was noticed in headed shear reinforcement wide beams (S-3.5-0.16). With regard to the strains on shear reinforcement, the W stirrup presented less strains levels at the same loading in relation to other beams and the conventional stirrup showed greater strain levels, especially when compared to the steel bars located next to the wide beam loading point.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::ESTRUTURAS
Keywords: Análise estrutural (Engenharia)
Cisalhamento
Vigas
Estribos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Civil - FEC/CAMTUC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseExperimentalArmadura.pdf3,47 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons