Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3016
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Alteridade e literatura: compreensões sobre a proposta antropofágica oswaldiana
Other Titles: Alterity and literature: understandings about the oswaldian anthropophagic proposal
metadata.dc.creator: MELO, Arlen Maia de
metadata.dc.contributor.advisor1: TRUSEN, Sylvia Maria
Issue Date: 30-Jul-2018
Citation: MELO, Arlen Maia de. Alteridade e literatura: compreensões sobre a proposta antropofágica oswaldiana. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras - Língua Portuguesa) -- Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2018. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/3016. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar a proeminência da temática da alteridade e seus desdobramentos na obra O Manifesto Antropófago (1928), de Oswald de Andrade. Para isso, desdobra-se este objetivo geral em especificidades, sendo estas: a necessidade de reconhecer como se configura a relação desse outro/prisioneiro com a figura do sujeito selvagem; compreender a noção de alteridade e a proposta antropofágica na literatura modernista brasileira; refletir sobre o legado deixado pelos estudos modernistas de Oswald de Andrade e como eles se consolidam numa ressignificação atual do homem antropófago. O método utilizado para o desenvolvimento deste trabalho consiste em estudo bibliográfico. Para tanto, utilizam-se os trabalhos de Candido (1997), Fausto (2011), Kiening (2014), Nunes (1979), entre outros estudiosos. A contribuição modernista de Oswald de Andrade e sua produção no cenário literário brasileiro são importantes e significativas para o reconhecimento da identidade nacional. Com isso, a propagação do verdadeiro "homem antropófago" colabora com o pensamento de um Brasil do novo, moderno, e até mesmo, autêntico. Um país constituído pela diferença, mas que muitas vezes foi, e ainda é, marcado pela constante negação deste "outro".
Abstract: The present work has as objective to analyze the prominence of the thematic of the alterity and it is unfolding in the work O Manifesto Anthropófago (1928), by Oswald de Andrade. For this purpose, this general objective is developed in specificities, namely: the need to recognize how the relation of this other / prisoner to the figure of the wild subject is configured; understand the notion of alterity and the anthropophagic proposal in the Brazilian modernist literature; reflect on the legacy left by the modernist studies of Oswald de Andrade and how they are consolidated in a current resignification of the cannibal man. The method used for the development of this work consists of a bibliographic study. This work uses the works of Candido (1997), Fausto (2011), Kiening (2014), Nunes (1979) among other scholars. The modernist contribution of Oswald de Andrade and his production in the Brazilian literary scene are important and significant for the recognition of the national identity. With this, the propagation of the true "anthropophagous man" collaborates with the thinking of a Brazil of the new, modern, and even, authentic. A country constituted by difference, but often it was, and still is, marked by the constant denial of this "other."
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Keywords: Literatura moderna - História e crítica
Andrade, Oswald de, 1890-1954 - Crítica e interpretação
Literature, Modern - History and criticism
Andrade, Oswald de, 1890-1954 - Criticism and interpretation
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Língua Portuguesa - CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AlteridadeLiteraturaCompreensoes.pdf993,43 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons