Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2975
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Carga de trabalho de enfermagem: análise comparativa de métodos de distribuição diária de pessoal
metadata.dc.creator: DIAS, Alana Celeste Campos
CORREA, Thais de Fátima Aleixo
metadata.dc.contributor.advisor1: MENEGAZ, Jouhanna do Carmo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: MAESTRELLI, Rafael
Issue Date: 1-Jul-2019
Citation: DIAS, Alana Celeste Campos; Thais de Fátima Aleixo. Carga de trabalho de enfermagem: análise comparativa de métodos de distribuição diária de pessoal. Orientador: Jouhanna do Carmo Menegaz. 2019. 82 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2975. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem o objetivo de analisar a distribuição da carga de trabalho de enfermagem a partir da simulação de três métodos de distribuição diária. Ele apresenta três diferentes métodos para realizar a escala de distribuição diária de pessoal, o Método 1, da proporção equivalente, que se baseia na divisão proporcional de leitos ocupados entre os técnicos ou auxiliares de enfermagem, sem considerar o grau de dependência do paciente; o método de Menegaz (Método 2) e o método da Clínica Médica –adaptado do método Menegaz- (Método 3), ambos buscam distribuir a carga de trabalho e não somente leitos, utilizando-se diariamente um Sistema de Classificação de Paciente. Trata-se de Estudo de Simulação em quatro fases: Planejamento; Modelagem; Experimentação; Decisão e Conclusão. A coleta de dados para simulação foi realizada na clínica médica de um hospital universitário da região Norte do Brasil com a colaboração de 10 técnicos de enfermagem, sendo 6 do turno matutino e 4 do turno vespertino. A partir das atividades descritas no Manual de Enfermagem como de atribuição do pessoal de nível médio, os profissionais foram observados e o tempo de execução das atividades foram cronometrados no período de 30 dias. Com as informações coletadas foi construído um fluxograma representativo do processo de trabalho em um turno e inserido no Software Arena, versão estudante. Foram realizadas três simulações estocásticas, baseadas nas três escalas diárias oriundas do 1º, 2º e 3º método de distribuição diária, respectivamente, onde se inseriu as distribuições dos pacientes entre os técnicos no software para obter a carga de trabalho baseada nos dados levantados na coleta. Como resultado, houve a comparação dos três métodos sustentando a hipótese de que os métodos que levam em consideração o grau de dependência dos pacientes distribuem forma mais igualitária à carga de trabalho entre a equipe de enfermagem. No decorrer desse estudo surgiram limitações relacionadas à coleta de dados e aparecimento de outras variáveis que influenciavam no objeto de estudo, surgindo novas hipóteses. Apesar disso, foi possível obter o resultado que respondesse a hipótese sugerida nessa pesquisa. Tendo em vista esses dados e as hipóteses que surgiram ao decorrer da pesquisa, mostram-se necessárias outras investigações que aprofundem a correlação entre o grau de dependência do paciente e a carga de trabalho.
Abstract: This work aims to analyze the distribution of the nursing workload from the simulation of three methods of daily distribution. It presents three different methods for carrying out the daily staff distribution scale, Method 1, of the equivalent proportion, which is based on the proportional division of beds occupied among technicians or nursing assistants, without considering the degree of dependence of the patient; the method of Menegaz (Method 2) and the method of the Medical Clinic - adapted from the method Menegaz (Method 3), both seek to distribute the workload and not only beds, using a Patient Classification System daily. This is a Simulation Study in four phases: Planning; Modeling; Experimentation; Decision and Conclusion. The data collection for simulation was performed in the medical clinic of a university hospital in the North region of Brazil with the collaboration of 10 nursing technicians, 6 of the morning shift and 4 of the afternoon shift. From the activities described in the Nursing Handbook as the assignment of the mid-level personnel, the professionals were observed and the time of execution of the activities were timed in the period of 30 days. With the information collected, a flowchart representative of the work process was constructed in a shift and inserted in the Software Arena, student version. Three stochastic simulations were carried out, based on the three daily scales from the 1st, 2nd and 3rd daily distribution method, respectively, where the patient distributions among the technicians in the software were included to obtain the workload based on data collected in the collection. As a result, the three methods were compared, supporting the hypothesis that the methods that take into account the degree of dependence of the patients distribute a more egalitarian form to the workload among the nursing team. In the course of this study, limitations related to data collection and appearance of other variables that influenced the object of study appeared, and new hypotheses appeared. Despite this, it was possible to obtain the result that answered the hypothesis suggested in this research. Considering these data and the hypotheses that emerged during the research, other investigations are necessary to deepen the correlation between the degree of dependence of the patient and the workload.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Keywords: Enfermagem
Carga de trabalho
Estudo de simulação
Métodos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_CargaTrabalhoEnfermagem.pdf2,32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons