Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2971
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Perfil epidemiológico dos usuários de um programa interdisciplinar para doença de chagas em um hospital universitário do Pará
metadata.dc.creator: FRANÇA, Adriele Luna
FONTEL, Yanka Macapuna
metadata.dc.contributor.advisor1: FERNANDES, Daiane de Souza
metadata.dc.contributor.advisor-co1: REIS, Danielle Saraiva Tuma dos
metadata.dc.contributor.advisor-co1ORCID: https://orcid.org/0000-0003-3966-2901
Issue Date: 10-Jul-2019
Citation: FRANÇA, Adriele Luna; FONTEL, Yanka Macapuna. Perfil epidemiológico dos usuários de um programa interdisciplinar para doença de chagas em um hospital universitário do Pará. Orientadora: Daiane de Souza Fernandes. 2019. 37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em:https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2971 . Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Objetivos: Traçar o perfil epidemiológico dos usuários atendidos nesse programa entre os anos de 2012 e 2018. Metodologia: Pesquisa descritiva de cunho quantitativo, que visa descrever as características dessa população. A coleta de dados foi feita a partir do banco de dados do programa. A amostra final foi de 352 pessoas e as variáveis coletadas foram: dados sociodemográfico e dados clínico-laboratoriais. Resultados: 55,40% (195) dos usuários são do sexo masculino, 19,89% (70) estão entre a faixa etária de 11 à 19 anos, 47,16% (166) têm ensino fundamental incompleto, 23,01% (81) exercem atividades rurais/pesca/lavoura e 23,58% (83) são estudantes, 61,93% (218) adquiriram a DC por transmissão via oral, 64,18% (267) diagnosticados por exame parasitológico, 45,45% (160) estavam na fase crônica em forma indeterminada, 180 usuários são da Região de Saúde Tocantins. Além disso, foi possível observar que o aumento do número de casos novos atendidos no PIDC coincide com o aumento da produção do açaí no Pará. Conclusão: É necessário desenvolver e intensificar ações de prevenção e promoção de saúde, principalmente em relação as boas práticas no manejo do açaí, para controle da patologia que só aumenta os índices de morbidade e mortalidade.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Keywords: Doença de Chagas
Epidemiologia
Euterpe
Diagnóstico
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EpidemiologicoDoencaChagas.pdf1,15 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons