Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2937
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A incidência de hepatite b no estado do Pará de 2007 a 2018: análise espacial
metadata.dc.creator: CASTRO, Paula Monick Silva de
metadata.dc.contributor.advisor1: BOTELHO, Eliã Pinheiro
Issue Date: 5-Dec-2019
Citation: CASTRO, Paula Monick Silva de. A incidência de hepatite b no estado do Pará de 2007 a 2018: análise espacial. 2019. Orientador: Eliã Pinheiro Botelho. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2937. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Hepatite B é uma doença infecciosa, sexualmente transmissível e configura-se como um grave problema de saúde pública por conta disso objetivamos neste estudo caracterizar o cenário epidemiológico da hepatite B no estado do Pará correlacionando os resultados com fatores territoriais através deste estudo ecológico, descritivo e empregando técnica de geoprocessamento para analisar a distribuição espacial da incidência de Hepatite B. A projeção de mapas ocorreu para verificar a autocorrelação espacial da incidência de Hepatite B através da análise univariada de Moran global e Local (mapas LISA). Os resultados analisaram a incidência por sexo, mesorregião e municípios onde foi identificado que o sexo feminino foi o mais acometido, a mesorregião Sudeste apresentou a maior incidência e a Sudoeste foi a que mais cresceu, portanto, seus municípios foram os que apresentaram maior incidência. Essas regiões atraem intensos fluxos migratórios em busca de trabalho por terem em muitos desses municípios a instalação de grandes projetos desenvolvimentistas que desestruturam o modo de vida local e faz da prostituição um meio de sobrevivência para muita das mulheres. Sendo assim, nessas mesorregiões mais afetadas e municípios faz-se necessário intervenções em saúde no que concerne a prevenção primária voltadas para promoção à saúde e proteção específicas e também de prevenção secundário.
Abstract: Hepatitis B is an infectious disease, sexually transmitted and configurable as a serious public health problem because of this, we aim in this study characteristic of the epidemiological scenario of hepatites B in the state of Pará, correlating the results with territorial factors of this ecological, descriptive and employing geoprocessing technique to analyze the spatial autocorrelation of hepatites B lesions by univariate analysis of global and local Moran (LISA maps). The results analyzed on the incidence of gender, region and municipalities where it was identified that females were most affected, one Southeast region showed the highest incidence and the southwest were the fastest growing, therefore, their municipalities were the ones that caused the highest incidence. These regions attract intense migratory flows in search of work by having in many of these municipalities the installation of large-scale developer projects that disrupt the local way of life and make prostitution a means of food for many women. Thus, in these most affected mesoregions and municipalities, it is necessary to apply to health, wich does not affect prevention aimed at health promotion and especific protection and also secondary preventions.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE DOENCAS CONTAGIOSAS
Keywords: Hepatite B
DST
Epidemiologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS
Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_IncidenciaHepatitebEstado.pdf898,98 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons