Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2934
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Recém nascido de baixo risco: perfil de saúde e boas práticas em uma maternidade de referência
metadata.dc.creator: ALBUQUERQUE, Juliana Santos de
BASTOS, Rennan Coelho
metadata.dc.contributor.advisor1: PARENTE, Andressa Tavares
Issue Date: 4-Dec-2019
Citation: ALBUQUERQUE, Juliana Santos de; BASTOS, Rennan Coelho. Recém nascido de baixo risco: perfil de saúde e boas práticas em uma maternidade de referência. Orientadora: Andressa Tavares Parente. 2019. 79 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2934. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: INTRODUÇÃO: Frente a iniciativas ocorridas em outros países, o Brasil seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), implantou no ano 2000 o Programa de Humanização do Pré Natal e Nascimento (PHPN) e publicou em 2001 o manual de Parto, Aborto e Puerpério: assistência humanizada à mulher, ambas as iniciativas com o intuito de promover uma atenção humanizada, qualificada e integrada no pré-natal, parto e puerpério e em todo o ciclo gravídico puerperal. Sendo o precursor de práticas ligadas aos cuidados imediatos do recém nascido. Tais práticas, definidas pela Organização Mundial da Saúde como boas práticas ao recém nascido, incluem o clampeamento tardio do cordão umbilical, o contato pele a pele imediato mãe-bebe, o inicio precoce do aleitamento materno, método canguru, entre outros. No entanto, tais práticas relacionadas a assistência ao parto e ao recém nascido sofrem variações entre instituições e sob aspectos socioeconômicos e culturais, afetando a qualidade do cuidado ofertado. OBJETIVO: Descrever o perfil materno e neonatal de recém-nascidos saudáveis e identificar as boas práticas adotadas em uma instituição de referência materno infantil no município de Belém – Pará. MÉTODO: Trata-se de um estudo exploratório, documental e descritivo de delineamento transversal e natureza quantitativa, desenvolvida na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, no Alojamento Conjunto. Obteve-se uma amostra de 100 puérperas e 100 Recém-nascidos internados. A coleta ocorreu de julho a novembro de 2019, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. As informações foram obtidas por meio de entrevistas e análise de prontuários hospitalares. RESULTADOS: Predominou na amostra de puérperas da região metropolitana, com média de 7 consultas do pré-natal, parceiros fixos em mais da metade da amostra, destacando-o serviço público no acompanhamento neonatal, cumprindo com o estabelecido pelo Ministério da Saúde. A média de peso dos neonatos maiores ou igual a 2.500kg, idade gestacional de 38 semanas conferindo gestação no termo, APGAR no 1º minuto maior que 7 e no 5º minuto ≥ 9,perímetro cefálico de 34 centímetros, definindo condições adequadas e saudáveis de nascimento. As boas práticas em relação ao aleitamento materno, contato pele a peleencontram-se com parâmetros satisfatórios estipulados pela Organização Mundial da Saúde. CONCLUSÃO: A pesquisa buscou percorrer as questões ligadasa assistência materno-infantil de baixo risco. Novos estudos voltados ao esse público são importantes para definição das condutas tomadas diante esse perfil. Transmitindo a este binômio o direito a saúde como face a plenitude humana.
Abstract: INTRODUCTION: Faced with initiatives in other countries, Brazil following the guidelines of the World Health Organization (WHO), implemented in 2000 the Prenatal and Birth Humanization Program (PHPN) and published in 2001 the Manual of Childbirth, Abortion and Puerperium: humanized care for women, both initiatives aimed at promoting a humanized, qualified and integrated care in prenatal, childbirth and postpartum and throughout the puerperal pregnancy cycle. Being the precursor of practices related to immediate care of the newborn. Such practices, defined by the World Health Organization as good practices for the newborn, include late umbilical cord clamping, immediate motherinfant skin-to-skin contact, early initiation of breastfeeding, kangaroo method, among others. Such practices related to childbirth and newborn care vary among institutions and under socioeconomic and cultural aspects, affecting the quality of care offered. OBJECTIVE: To describe the maternal and neonatal profile of healthy newborns and to identify the good practices adopted in a maternal and child reference institution in the city of Belém - Pará. METHOD: This is an exploratory, documentary and descriptive study of cross-sectional design. quantitative nature, developed at the Santa Casa de Misericórdia do Pará Foundation, in the Joint Accommodation. A sample of 100 postpartum women and 100 hospitalized newborns were obtained. The collection took place from July to November 2019, after approval by the Research Ethics Committee. Information was obtained through interviews and analysis of hospital records. RESULTS: Predominated in the sample of postpartum women from the metropolitan region, with an average of 7 prenatal consultations, fixed partners in more than half of the sample, highlighting the public service in neonatal follow-up, in compliance with the established by the Ministry of Health. newborn weight greater than or equal to 2,500kg, gestational age of 38 weeks giving pregnancy at term, APGAR at 1 minute greater than 7 and at 5 minutes ≥ 9, head circumference 34 cm, defining adequate and healthy conditions of birth. Good practices regarding breastfeeding, skin-to-skin contact meet satisfactory parameters stipulated by the World Health Organization. CONCLUSION: The research sought to address the issues related to low-risk maternal and child care. New studies aimed at this public are important to define the behaviors taken in face of this profile. Conveying to this binomial the right to health in the face of human fullness.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM OBSTETRICA
Keywords: Recém-nascido
Assistência integral à saúde
Enfermagem materno-infantil
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_RecemNascidoBaixo.pdf960,71 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons