Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2931
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: O processo adaptativo de mulheres ao diabetes na perspectiva da teoria de Callista Roy
metadata.dc.creator: PASTANA, Elizama Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor1: SANTANA, Mary Elizabeth de
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0002-3629-8932
metadata.dc.contributor.advisor-co1: CORREA JÚNIOR, Antonio Jorge Silva
metadata.dc.contributor.advisor-co1ORCID: http://orcid.org/0000-0003-1665-1521
Issue Date: 4-Dec-2019
Citation: PASTANA, Elizama Nascimento. O processo adaptativo de mulheres ao diabetes na perspectiva da teoria de Callista Roy. Orientadora: Mary Elizabeth de Santana. 2019. 115 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2931. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O Diabetes mellitus representa um considerável encargo econômico para o indivíduo e para a sociedade, especialmente quando mal controlado, sendo a maior parte dos custos diretos de seu tratamento relacionado às suas complicações, que comprometem a produtividade, a qualidade de vida e a sobrevida dos indivíduos, e que, muitas vezes, podem ser reduzidas, retardadas ou evitadas. O processo adaptativo ao diagnóstico está relacionado a vários fatores, dentre eles a adesão ao novo estilo de vida e tratamento medicamentoso. O objetivo é conhecer o processo adaptativo das mulheres ao diabetes com base na teoria de Callista Roy. Método compreende em um estudo descritivo exploratório de caráter qualitativo. A população estudada foi constituída por mulheres com diagnóstico de diabetes cadastradas e atendidas no Programa de Hipertensão e Diabetes (HIPERDIA), na Unidade Básica de Saúde do Guamá/Belém/Pará, a coleta de dados ocorreu no período de janeiro a junho de 2019. Após a coleta procedeu-se a organização dos dados em 11 categorias distribuídas nos quatro modos adaptativos da teoria de Roy. Por meio da análise de conteúdo das categorias verificou-se que as mulheres demonstraram preocupação com relação a alimentação e demonstraram um processo adaptativo favorável as demandas da patologia, porém algumas apontaram dificuldades na mudança do regime alimentar devido fatores culturais, sociais e desconhecimento do valor nutricional dos alimentos. As mulheres apresentaram adaptação favorável ao tratamento medicamentoso. Referente a prática de atividade física, as mulheres desenvolvem atividades regularmente e compreende a importância desta prática para o controle da doença. Todas as mulheres entrevistadas apresentaram alterações na visão, contudo estas mostraram-se comprometidas com os cuidados relacionados a retinopatia diabética; mostraram-se ativas em relação ao autocuidado com a pele. No que concerne ao convívio com a família e sociedade, a maioria relata que consegue lidar com as demandas da doença, estabelecer seus relacionamentos sociais, e destacaram a importância da interação com os profissionais de saúde para o impacto positivo na adaptação a doença e seguimento do tratamento. Neste cenário, conhecer o processo adaptativo de mulheres ao diabetes, bem como as alterações vivenciadas por este público é substancial para que a enfermagem possa estabelecer uma assistência adequada, considerando as necessidades e interesses das mulheres, para assim auxiliar no processo de adaptação as demandas do diabetes e proporcionar impacto positivo na saúde e qualidade de vida.
Abstract: Diabetes mellitus represents a considerable economic burden for the individual and society, especially when poorly controlled, and most of the direct costs of its treatment are related to its complications, which compromise the productivity, quality of life and survival of individuals, which can often be reduced, delayed or avoided. The adaptive process to diagnosis is related to several factors, including adherence to the new lifestyle and drug treatment. The objective of this paper is to know the adaptive process of women to diabetes based on Callista Roy's theory. The methodology consists in an exploratory descriptive study of qualitative character. The study population consisted of women diagnosed with diabetes registered and attended at the Hypertension and Diabetes Program (HIPERDIA), at the Basic Health Unit of Guamá/Belém/Pará, the data collection occurred from January to June 2019. After collection, data were organized into 11 categories distributed in the four adaptive modes of Roy's theory. Through the content analysis of the categories it was found that most women showed concern about food and demonstrated a favorable adaptive process to the demands of the pathology, however, some pointed out difficulties in changing diet due to cultural and social factors and lack of knowledge about the nutritional value of food. Women presented favorable adaptation to drug treatment. Regarding the practice of physical activity, women develop activities regularly and understand the importance of this practice to disease control. All women interviewed had eyesight changes, but these were compromised with care related to diabetic retinopathy. The participants were active in relation to self-care with the skin. Regarding to living with family and society, most report that they can cope with the demands of the disease and establish their social relationships, they also highlighted the importance of interaction with health professionals for the positive impact on pathology adaptation and treatment follow-up. In this scenario, know the adaptive process of women to diabetes, as well as the changes experienced by this public is substantial so that nursing can establish appropriate care, considering the needs and interests of women, thus assisting in the process of adaptation to the diabetes demands and provide a positive impact on health and quality of life.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Keywords: Teoria de enfermagem
Adaptação
Diabetes mellitus
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ProcessoAdaptativoMulheres.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons