Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2905
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Especialização - Artigo
Title: Luta pela terra no Sudeste do PA: caso do acampamento Frei Henri
metadata.dc.creator: CAMPELO, Lilian Cristina Holanda
metadata.dc.contributor.advisor1: GONÇALVES, Marcela Vecchione
Issue Date: 14-Feb-2019
Citation: CAMPELO, Lilian Cristina Holanda. Luta pela terra no sudeste do PA: caso do acampamento Frei Henri. Orientadora: Marcela Vecchione Gançalves. 2019. 20 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Curso de Especialização em Comunicação Científica na Amazônia, Programa de Formação de Especialistas em Desenvolvimento de Áreas Amazônicas, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2905. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: No acampamento Frei Henri, localizado em Curionópolis, vivem cerca de 120 famílias em uma área da fazenda chamada Fazendinha, nome dado ao imóvel cujas terras foram identificadas como de domínio da União. Após longo processo judicial, que iniciou em 2012, foi cumprido a emissão de posse à União sendo concluído após cinco anos, em 2017. Mesmo sendo um longo tempo o fato é considerado marcante por ter ocorrido em uma das regiões com largo histórico de violência no campo e que há grupos de fazendeiros com forte organização política e econômica. Sobre esse aspecto se pretende entender quais processos interferiam nesse de emissão de posse do imóvel, além do próprio contexto histórico da região marcada por intensos conflitos agrários. O cenário é o fio condutor no processo de investigação para a identificação da disputa de poder pelo território em uma região marcada pela violência no campo.
Abstract: At the Frei Henri camp, located in Curionópolis, about 120 families live in an area of the farm called Fazendinha, name given to the property whose lands were identified as belonging to the Union. After a long judicial process that began in 2012 the farmer was expropriated and Incra, after five years, was able to reintegrate tenure in 2017, a remarkable fact in one of the regions with a long history of violence in the countryside and that presents groups of farmers with strong political organization and economic power. On this aspect it is intended to understand which processes interfered in the reintegration of possession of the property, in addition to the historical context of the region marked by intense agrarian conflicts, the scenario is the guiding thread in the investigation process for the identification of the territorial power dispute in a region marked by violence in the countryside.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA RURAL
Keywords: Questão agrária - Pará
Assentamento humano - Curionópolis (PA)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Lato-Sensu - PPGLS/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_LutaTerrraSudeste.pdf258,87 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons