Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2770
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A percepção de pais sobre a educação em saúde no ambiente escolar
metadata.dc.creator: SOUZA, Thais Cristina Flexa
metadata.dc.contributor.advisor1: CARVALHO, Jacira Nunes
Issue Date: 2016
Citation: SOUZA, Thais Cristina Flexa. A percepção de pais sobre a educação em saúde no ambiente escolar. Orientadora: Jacira Nunes Carvalho. 2016. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2770. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A família deve ser o foco da atenção primária possibilitando abertura de espaços para educação em saúde, extinguindo o olhar que individualiza o cuidado desta estrutura. Desta maneira, é importante o grupo familiar estar contextualizado nas múltiplas dimensões do processo saúde-doença. O objetivo do trabalho é identificar as percepções de pais em relação à educação em saúde realizada pelos profissionais de saúde no ambiente escolar. Trata-se de um estudo do tipo descritivo de cunho qualitativo. O estudo foi realizado na Escola Municipal Parque Amazônia no bairro da Terra Firme, Belém, Pará, Brasil. Participaram 15pais ou responsáveis de alunos regularmente matriculados. Todos os entrevistados foram sexo feminino, com idade entre 27 e 62 anos. Os pais apontaram necessidade de orientação para si e família e reconheceram a importância de profissionais de saúde na assistência dos alunos. Também citaram a importância de vários profissionais de saúde, com destaque para médicos e enfermeiros. Relataram timidez e constrangimento em falar sobre sexualidade dentro de casa e indicam o profissional de saúde como mais competente para abordar sobre o tema. Explanaram que crianças e adolescentes são disseminadores de conhecimento sobre saúde na família e que a educação em saúde no ambiente escolar modifica comportamentos da família. Mencionaram a necessidade da continuidade do projeto de extensão universitário na comunidade, pois reconhecem a vulnerabilidade social que vivem. Após este estudo, foi possível afirmar que a educação em saúde dentro do ambiente escolar é um método eficaz para ensinar boas práticas para prevenção de doenças e para promover saúde. É necessário que as políticas de saúde na escola existentes sejam efetivadas de forma assídua para que assim se consiga um bom resultado tanto para os escolares quanto para sua família.
Abstract: The family should be the focus of primary care, enabling to open spaces for health education, extinguishing the look that individualizes the care of this structure. In this way, it is important that the family group be contextualized in the multiple dimensions of the health-disease process. The objective of this study is to identify parents' perceptions regarding health education performed by health professionals in the school environment. This is a descriptive qualitative study. The study was performed at the Escola Municipal Parque Amazônia in the neighborhood of Terra Firme, Belém, Pará, Brazil. It participated 15 parents or guardians of regularly enrolled students. All the interviewees were female, aged between 27 and 62 years old. Parents pointed the need of guidance for themselves and their families and recognized the importance of health professionals in assisting students. Also they mentioned the importance of several health professionals, especially doctors and nurses. They reported shyness and embarrassment in talking about sexuality in the home and indicate the health professional as more competent to address the issue. They explained that children and adolescents are disseminators of health knowledge in the family and that health education in the school environment modifies family behaviors. They mentioned the need for continuity of the university extension project in the community, since they recognize the social vulnerability they live in. After this study, it was possible to affirm that health education within the school environment is an effective method to teach good practices for disease prevention and to promote health. It is necessary that the health policies in the school existing be put into practice assiduously so that a good result can be achieved both for the students and for their families.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Keywords: Saúde na família
Enfermagem
Saúde escolar
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PercepcoesPaisSobre.pdf1,63 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons