Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2767
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Mobilidade humana, livros e personagens: a produção de diferença na literatura
metadata.dc.creator: CAMPOS, Fernando Sampaio
metadata.dc.contributor.advisor1: FERREIRA, Rubens da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0002-2739-1182
Issue Date: 13-Dec-2019
Citation: CAMPOS, Fernando Sampaio. Mobilidade humana, livros e personagens: a produção de diferença na literatura. Orientador: Rubens da Silva Ferreira.2019. 93 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia) – Faculdade de Biblioteconomia, Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2767. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Busca identificar, com base na experiência migratória em forma de prosa, quais são os efeitos decorrentes do contato com a cultura do outro. Nessa direção, personagens reais são analisados sob a ótica da produção de diferença, um exercício conceitual desenvolvido com base nos trabalhos de Gregory Bateson e Benedict Anderson. No desenho metodológico o estudo se fundamenta na pesquisa bibliográfica sobre o gênero literatura de viagem, o conceito de informação e o conceito de produção de diferença. O corpus do estudo é formado por três livros, a saber: ―De moto pela América do Sul: diário de viagem‖, de Ernesto Che Guevara; ―Transplante de menina: da rua dos navios à rua Jaguaribe‖, de Tatiana Belinky; ―Sete Anos no Tibet‖, de Heinrich Harrer. Com base na leitura dessas obras os termos significativos presentes nos discursos das personagens foram submetidos à Análise de Conteúdo (AC), conforme as orientações metodológicas de Laurence Bardin. Os resultados demonstram que os autores são ao mesmo tempo narrador e personagem que se tornam outro ao longo da experiência migratória em outro país, à medida que conhecem outros modos de viver, pensar, falar, agir e ser. Nessas narrativas, observa-se também que, como nas experiências migratórias que acontecem no mundo real concreto, o processo de conhecer e de aprender vivendo em outra realidade espaço-cultural é marcado por dificuldades como o choque cultural e de valores, o que leva as personagens a repensarem a identidade. Por fim, a literatura é entendida como outro recurso possível não somente para investigar, mas também para ensinar/aprender sobre o fenômeno migratório, sobretudo ao fornecer informações suficientemente detalhadas sobre a terra do outro e a subjetividade dos protagonistas que se lançam tão intensamente à experiência da mobilidade.
Abstract: The study seeks to identify, based on prose migration experience, what are the effects of contact with the other's culture. In this direction, real characters are analyzed from the perspective of difference production, a conceptual exercise developed based on the works of Gregory Bateson and Benedict Anderson. In the methodological design the study is based on bibliographic research on the travel literature genre, the concept of information and the concept of difference production. The corpus of the study is made up of three books, namely: ―De moto pela América do Sul: diário de viagem‖, by Ernesto Che Guevara; ―Transplante de menina: da rua dos navios à Rua Jaguaribe‖, by Tatiana Belinky; "Sete anos no Tibet." by Heinrich Harrer. Based on the reading of these works the significant terms present in the speeches of the characters were submitted to Content Analysis (AC), according to the methodological orientations of Laurence Bardin. The results show that the authors are both narrator and character who become different throughout the migratory experience in another country, as they know other ways of living, thinking, speaking, acting and being. In these narratives, it is also observed that, as in the migratory experiences that take place in the concrete real world, the process of knowing and learning living in another space-cultural reality is marked by difficulties such as the culture and values shock, which leads to characters to rethink their identity. Finally, literature is understood as another possible resource not only to investigate, but also to teach / learn about the migratory phenomenon, especially by providing sufficiently detailed information about the other's land and the subjectivity of the protagonists who so intensely launch themselves into the experience of mobility.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIA
Keywords: Mobilidade humana
Migração
Literatura
Livros
Human mobility
Migration
Literature
Books
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Biblioteconomia - FABIB/ICSA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_MobilidadeHumanaLivros.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons