Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2708
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Variação de material particulado em suspensão em torno da ilha do Marajó, Pará
metadata.dc.creator: ANDRADE, Lorena Ferreira Goersch
metadata.dc.contributor.advisor1: ROLLNIC, Marcelo
Issue Date: 17-Dec-2013
Citation: ANDRADE, Lorena Ferreira Goersch. Variação de material particulado em suspensão em torno da ilha do Marajó, Pará. Orientador: Marcelo Rollnic. 2013. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2708. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Ilha do Marajó consiste na maior ilha flúvio-marítima do mundo, localizada na Amazônia, é atualmente uma região de imenso potencial geológico e hídrico, além de econômico e social, através de atividades pesqueiras, de preservação, turísticas, de transporte, entre outras. Para análises dos parâmetros de turbidez e concentração de material particulado em suspensão (MPS), foram realizadas coletas em quatro estações de amostragem ao redor da ilha, em dois pontos de amostragem no Canal Sul do rio Amazonas, e dois pontos no rio Pará, os dois principais rios integrantes do sistema estuarino marajoara. Com o objetivo de correlacionar a turbidez das águas e a distribuição da descarga sólida, em função do ciclo da maré em torno da ilha do Marajó, foram efetivadas análises de perfis verticais com o aparelho turbidímetro e quantificação de MPS através do método gravimétrico. Ao sul da ilha do Marajó o rio Amazonas origina o rio Pará, onde a leste da ilha, após o encontro com as águas do Tocantins, formam a baía do Marajó. Associadas aos demais elementos integrantes das bacias de drenagem da ilha, suas características específicas hidrodinâmicas, físico químicas na sazonalidade e marés, são fundamentais na distribuição espacial da turbidez e concentração de material particulado em suspensão nas águas.Os resultados obtidos em todas as estações foram analisados, comparados e associados a outros parâmetros, ha ou fluvial, e a variação da maré, identificando estes rios às características das porções do Marajó (Ocidental ou Oriental), à qual estão inseridos. Os valores mínimos e máximos de turbidez, respectivamente, variaram de 17 FTU no rio Pará a 188.76 no Canal Sul. A quantificação mínima e máxima de MPS oscilou entre 11.15 mg/l e 108.46 mg/l, ambas no rio Pará.
Abstract: The Marajó island consists on the greatest fluvial-island of the world, located in the Amazon. Is currently a great geologic and hydric potential region, besides the economic and social, through fishing, preservation, turism, trasport, activities, among others. For the analysis of turbidity and concentration of suspended particulate matter parameters (SPM), collections were made at four sampling stations around the island in two locations in the South Channel of the Amazon River, and two points in Pará river, the main rivers that constitute the marajoara estuarine system. In order to correlate the turbidity of the water and the distribution of sediment discharge, depending on the tide cicle around the island Marajó, were efectivated vertical profiles with the turbidimeter apparatus and quantification of MPS by the gravimetric method.On the South part of the Marajó the river Amazon originates the Pará river, where on the east part, after the junction with the Tocantins water, create the Marajó bay. Associated with other integrants elements of the island drainage basins, its specific hydrodynamics, seasonal physic-chemical characteristics and tides are fundamental on the water spational turbidity and concentration of suspended particulate matter distribution. The results obtained for every stations were analyzed, compared and associated to other parameters, such as the marine or fluvial influence, and the tide variation, identifying those rivers to the Marajó portions characteristics (western or eastern), to which they belong. The turbidity minimum and maximum values, respectively, varied from 17 FTU on the Pará river to 188.76 FTU in the South Channel. The minimum and maximum quantification of SPM ranged between 11.15 mg/l to 108.46 mg/l, both in Pará river.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Estuário
Parâmetros hidrológicos
Descarga sólida
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_VariacaoMaterialParticulado.pdf980,96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.