Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2554
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Especialização
Title: Análise regressiva de sistemas agroecológicos: um estudo de caso no Assentamento Paulo Fonteles, Distrito de Mosqueiro, Belém - PA
metadata.dc.creator: PEREIRA, André Gustavo Campinas
metadata.dc.contributor.advisor1: VASCONCELOS, Marcelo Augusto Machado
metadata.dc.contributor.advisor1ORCID: https://orcid.org/0000-0001-7161-0373
Issue Date: 17-Oct-2019
Citation: PEREIRA, André Gustavo Campinas. Análise regressiva de sistemas agroecológicos: um estudo de caso no Assentamento Paulo Fonteles, Distrito de Mosqueiro, Belém- PA. Orientador: Marcelo Augusto Machado Vasconcelos. 2019. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Geoprocessamento Aplicado à Agroecologia e ao Uso dos Recursos Naturais) – Campus Universitário de Ananindeua, Universidade Federal do Pará, Ananindeua, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2554. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Neste estudo avaliou-se por meio de pesquisa-ação uma unidade familiar buscando utilizar geotecnologia como ferramenta de melhoria de identificação da evolução dos sistemas agroecológicos pelo uso da metodologia SEA (Análise Regressiva Socioeconômica e Ambiental). A pesquisa foi realizada em uma unidade familiar situado no Assentamento Paulo Fonteles no Distrito de Mosqueiro – Belém do Pará. Para a metodologia SEA, usou-se como base o intervalo de tempo de treze anos, referente ao período de 2006 e 2019, levando em conta que este é o período de tempo em que o assentamento Paulo Fonteles foi consolidado. A construção do questionário semiestruturado para avaliação da autonomia do sistema agroecológico, teve como objetivo recolher as seguintes informações: água, fertilidade do solo, soberania alimentar, trabalho (quantidade de mão de obra presente na área), conhecimento técnico produtivo e preparo de área. Para a coleta de informações referentes à responsividade do sistema agroecológico, buscou-se os seguintes dados: estratificação vegetal, incidência de pragas e produção. Cada um dos atributos foi avaliado com base em um escore que teve a seguinte classificação: 01 (muito baixo); 02 (baixo); 03 (médio); 04 (alto) e 05 (muito alto), fazendo uma comparação entre os dois períodos analisados. O uso de mapas temáticos provou a importância dessas ferramentas para uma melhor compreensão da organização espacial de sistemas agroecológicos. A partir dos resultados obtidos pela avaliação SEA identificou-se na dimensão ―autonomia do agroecossistema‖ um crescimento percentual positivo (42,6%), quando considerado o desenvolvimento dos atributos, aqueles que apresentaram evolução foram à água, soberania alimentar, conhecimento técnico produtivo e preparo de área, enquanto que os atributos produção e mão de obra apresentaram decréscimo. Para a dimensão ―responsividade do agroecossistema‖, observou-se que o sistema identificado como quintal agroflorestal apresentou índice SEA positivo (66,7%) que correspondeu à melhoria dos atributos relacionados à produção, estratificação vegetal diversificação de cultivo e diminuição na incidência de pragas. O sistema identificado como monocultivo de macaxeira apresentou queda do índice SEA (-20,0%), mostrando declínio de todos os atributos relacionados à produção, estratificação vegetal e diversificação do cultivo, além de apresentar aumento da incidência de pragas. Conclui-se que a melhor resposta a análise SEA foi obtida pelo sistema denominado quintal agroflorestal e observa-se que a disparidade nas respostas entre o monocultivo de macaxeira e o quintal agroflorestal, é atribuída pelas características ligadas a cada sistema.
Abstract: In this study, a family unit was evaluated through action research seeking to use geotechnology as a tool to improve the identification of the evolution of agroecological systems by using the SEA (Socioeconomic and Environmental Regressive Analysis) methodology. The research was conducted in a family unit located in the Paulo Fonteles Settlement in the Mosqueiro District - Belém of Pará. For the SEA methodology, the time interval of thirteen years, referring to the period 2006 and 2019, was used, taking into This is the period in which the Paulo Fonteles settlement was consolidated. The construction of the semi-structured questionnaire to assess the autonomy of the agroecological system aimed to collect the following information: water, soil fertility, food sovereignty, work (quantity of labor present in the area), productive technical knowledge and preparation of the area. To collect information regarding the responsiveness of the agroecological system, the following data were sought: plant stratification, pest incidence and yield. Each attribute was evaluated based on a score that had the following classification: 01 (very low); 02 (low); 03 (average); 04 (high) and 05 (very high), making a comparison between the two periods analyzed. The use of thematic maps proved the importance of these tools for a better understanding of the spatial organization of agroecological systems. Based on the results obtained by the SEA evaluation, a positive percentage growth (42.6%) was identified in the dimension ―agroecosystem autonomy‖, when considering the development of attributes, those that presented evolution were water, food sovereignty, productive technical knowledge. and area preparation, while the attributes production and labor decreased. For the dimension ―responsiveness of agroecosystem‖, it was observed that the system identified as agroforestry yard presented positive SEA index (66.7%) which corresponded to the improvement of the attributes related to the production, stratification, crop diversification and decrease in the incidence of pests. The system identified as monoculture of manioc tree showed a decrease in the SEA index (-20.0%), showing a decline in all attributes related to plant stratification production and crop diversification, in addition to increasing pest incidence. It is concluded that the best response to SEA analysis was obtained by the system called agroforestry yard and it is observed that the disparity in responses between the monoculture of macaxeira and the agroforestry yard is attributed by the characteristics linked to each system.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
Keywords: Sistemas agroecológicos
Avaliação metodológica
Paulo Fonteles
Agroecological systems
Methodological evaluation
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Especialização em Geoprocessamento Aplicado à Agroecologia e ao Uso Dos Recursos Naturais (Geoagroamazônico) - CANAN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCE_AnaliseRegressivaSistemas.pdf611,77 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons