Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2417
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Geologia e geocronologia do Granito Palito e de sua mineralização, depósito aurífero do Palito, Província Aurífera do Tapajós, Itaituba - PA
metadata.dc.creator: AQUINO, Leonardo Bruno Marreira de
metadata.dc.contributor.advisor1: SANTOS, Marcio Dias
Issue Date: 2013
Citation: AQUINO, Leonardo Bruno Marreira de. Geologia e geocronologia do Granito Palito e de sua mineralização, depósito aurífero do Palito, Província Aurífera do Tapajós, Itaituba - PA. Orientador: Marcio Dias Santos. 2013. 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2417. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O depósito aurífero do Palito consiste em um sistema de veios de quartzo sulfetados mineralizado a Au e Cu, hospedado nos granitos paleoproterozóicos Palito e Rio Novo e localizado na região do rio Jamanxim, extremo leste da Província Aurífera Tapajós, município de Itaituba, sudoeste do Estado do Pará. O Granito Palito é intrusivo no Granito Rio Novo e ambos cortam o Granodiorito Fofoquinha. Dados geocronológicos anteriores forneceram as idades Pb-Pb do Granodiorito Fofoquinha (1946±57Ma), do Granito Rio Novo (1881±4Ma), da unidade gabróica (18723 Ma) e do minério (179318Ma). Entretanto, a idade do granito Palito, objetivo central deste TCC e fundamental para melhor definir o modelo genético do depósito, permanecia desconhecida. Os Granitos Palito e Rio Novo são constituídos por feldspato potássico, plagioclásio, quartzo, biotita, hornblenda e titanita e como acessórios ocorrem apatita, zircão, rutilo, pirita e esfalerita. Os dois granitos foram caracterizados petrograficamente como monzogranito, de caráter cálcio-alcalino, típicos de arco magmático. O minério do Palito é constituído por pirita, calcopirita, esfalerita, bismutinita, além de pirrotita, galena e ouro e os principais minerais de ganga são quartzo, sericita, clorita e carbonato. Os veios mineralizado são controlados por uma zona de cisalhamento transcorrente sinistral rúptil-ductil de direção principal NW-SE que faz parte de uma estrutura regional denominada Lineamento Tocantinzinho. As análises isotópicas para a determinação da idade do Granito Palito foram realizadas no Laboratório de Geologia Isotópica (Pará-Iso) do Instituto de Geociências da UFPA, utilizando a metodologia da evaporação de Pb em cristais de zircão. Os resultados geocronológicos obtidos, revelaram uma idade média de 1883±11Ma para a cristalização do Granito Palito que se superpõe à idade de 1881±4Ma obtida anteriormente para o Granito Rio Novo. As idades dos granitos Palito e Rio Novo permitem interpretá-los como granitos orogênicos tarditectônicos do evento Parauari de idade Orosiriana. Como o depósito do Palito é controlado por uma zona de cisalhamento, a idade desta última não deve divergir muito da idade da mineralização que é mais nova que suas rochas hospedeiras e também mais nova que o evento mineralizante mais jovem reconhecido na Província Tapajós, contemporâneo a granitogênese Parauari-Maloquinha. Tal situação não suporta uma relação genética entre o depósito aurífero Palito e os granitos hospedeiros e favorece o modelo orogênico para a gênese desse depósito.
Abstract: The Palito gold deposit comprises an Au-Cu bearing quartz vein system, hosted in Palito and Rio Novo Paleoproterozoic granites and located in Jamanxim river region, eastern end of the Tapajos gold province, southwestern of Para state. The Palito granite crosscuts the Rio Novo granite and both cut the Fofoquinha Granodiorite. Previous Pb-Pb geochronological data provide the ages of Fofoquinha granodiorite (1946 ± 57Ma), Rio Novo granite (1881 ± 4Ma), gabbroic unit (1872 ± 3 Ma) e also the ore age (179318Ma). However, the age of Palito granite, main aim of this work and essential to model the genesis of Palito deposit, would stay unknown. The Palito and Rio Novo granites are composed of alkali feldspar, plagioclase, quartz, biotite, hornblende and sphene, and also apatite, zircon, rutile, pyrite and sphalerite as accessory minerals. The two granites were characterized as oxidized calc-alkaline monzogranite, typical of magmatic arc. The Palito ore consists of pyrite, chalcopyrite, sphalerite, bismutinite, and also pyrrhotite, galena and gold, being quartz, sericite, chlorite and carbonate the main gangue minerals. The mineralized veins are controlled by a brittle-ductile sinistral stike-slip shear zone of NW-SE main direction which belongs to a regional structure so called Tocantinzinho lineament. The isotopic analyzes to determine the age of the Palito granite were performed at the Laboratory of Isotope Geology (Pará-Iso) of the Geosciences Institute of UFPA, using the evaporation of Pb methodology in crystals of zircon. The geochronological results obtained have showed an average age of 1883 ± 11Ma for the crystallization of Palito granite which overlays the previously obtained age for the Rio Novo granite. The ages of Palito and Rio Novo granites are consistent to late tectonic orogenic granites of the Parauari Orosirian event. Since the Palito deposit is controlled by a shear zone, the age of the shear should be similar to the age of the mineralization event which is younger than the age of the host rocks and also than the age of the younger mineralizing event recognized in the Tapajos Province, coeval to Parauari-Maloquinha granitogenesis. Such a situation does not support a genetic relationship between the Palito gold deposit and the host granites and favors the orogenic model for the genesis of the Palito deposit.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOCRONOLOGIA
Keywords: Geocronologia
Granito Palito
Província Aurífera do Tapajós (PA)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_GeologiaGeocronologiaGranito.pdf2,54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.