Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2415
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Integração geológico-geofísica para caracterização de plútons graníticos no domínio Erepecuru-Trombetas, Província Amazônia Central, Noroeste do Pará
metadata.dc.creator: LEAL, Rafael Estumano
metadata.dc.contributor.advisor1: ROSA-COSTA, Lúcia Travassos da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: GORAYEB, Paulo Sergio de Sousa
Issue Date: 2013
Citation: LEAL, Rafael Estumano. Integração geológico-geofísica para caracterização de plútons graníticos no domínio Erepecuru-Trombetas, Província Amazônia Central, Noroeste do Pará. Orientadora: Lúcia Travassos da Rosa-Costa. 2013. 93 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2415. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: As rochas graníticas do noroeste do estado do Pará fazem parte de uma extensa associação vulcano-plutônica que marcou a região central do Cráton Amazônico durante o Orosiriano. A área desse estudo está localizada no sudoeste do Domínio Erepecuru-Trombetas, que representa a referida associação no sul do Escudo das Guianas, no noroeste do Estado do Pará. Neste domínio grande parte dos corpos graníticos foi agrupada na Suíte Intrusiva Mapuera, cuja idade é estabelecida em torno de 1,89 – 1,87 Ga. Neste trabalho, os estudos foram realizados em um corpo granítico que aflora na porção central deste Domínio, correlacionado à referida Suíte. As análises petrográficas permitiram distinguir cinco fácies nesse corpo, onde a porção norte é predominantemente sienogranítica e a porção sul, é monzo- a granodiorítica, as quais apresentam padrões geofísicos distintos, e representam, respectivamente as unidades litogeofísicas A (anfibólio-biotita sienogranito e biotita sienogranito) e B (anfibólio-biotita monzo- a granodiorito). As variações composicionais e as assinaturas geofísicas distintas observadas colocaram em questionamento a contemporaneidade dessas rochas e se a mesmas foram formadas pelo mesmo evento magmático ou se são representantes de eventos magmáticos distintos. Foi realizado estudo geocronológico pelo método de evaporação de Pb em zircões de amostras representativas das unidades litogeofísicas A e B, respectivamente, um anfibólio-biotita sienogranito e um anfibólio-biotita monzogranito. As idades obtidas de 1977 ± 4 Ma (MSWD=2.7) e 1982 ± 9 Ma (MSWD=11), que se sobrepõem dentro do limites dos erros, revelaram que as duas amostras datadas provêm de um mesmo corpo plutônico, ou seja, as unidades litogeofísicas A e B não representam corpos magmáticos distintos. Portanto, as diferenças de assinatura aerogeofísica provavelmente refletem apenas diferenças composicionais de fácies petrográficas distintas. Essas idades revelaram também que este corpo não pertence à Suíte Intrusiva Mapuera, podendo ser correlacionado a outros corpos graníticos mais antigos que vêm sendo mapeados no nordeste do Estado do Amazonas, sudeste do estado de Roraima, e no Domínio Tapajós, no Estado do Pará.
Abstract: The granitic rocks of the northwestern of Pará state are part of an expressive Orosirian volcano-plutonic association of the Amazon Craton. The area of this study is located in the southwestern of the Erepecuru-Trombetas Domain, in southern Guayana Shield, northwest of the Pará state. Most of the granitic bodies are grouped in the Mapuera Intrusive Suite, whose the age is established around 1.89 to 1.87 Ga. This study was conducted in a granitic body which outcrops in the central portion of this domain, correlated to that suite. The petrographic analysis allowed to distinguish five facies in this body, the northern comprises predominantly sienogranites and southern portion, is composed by monzo- to granodiorites, which have distinct geophysical patterns, and represent, respectively, the lithogeophycal units A (amphibole-biotite syenogranite and biotite syenogranite ) and B (amphibole-biotite monzo- to granodiorite it). The compositional variations and distinct geophysical signatures observed put into question the contemporaneity of these rocks and if they were formed by the same magmatic event or they are representatives of distinct magmatic events. Geochronological study was conducted by Pb-evaporation on zircon in representative samples of the lithgeophysical units A and B, respectively, an amphibole-biotite syenogranite and an amphibole-biotite monzogranite. The ages obtained were 1977 ± 4 Ma (MSWD = 2.7) and 1982 ± 9 Ma (MSWD = 11), which overlap within the errors, and this results showed that the two samples come from the same plutonic body. In other words, the lithgeophysical units A and B do not represent distinct magmatic bodies. Therefore, differences in airborne geophysical signature result of composicional differences of petrographic facies. These ages also revealed that the dated body does not belong to Mapuera Intrusive Suite. It can be correlated to older granitic bodies that have been mapped in Amazonas and Roraima states, and in the Tapajós Domain, in Pará state.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOCRONOLOGIA
Keywords: Geocronologia
Análises petrográficas
Magmatismo orosiriano
Noroeste Paraense
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_IntegracaoGeologicoGeofisico.pdf9,06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons